Resumo Trabalho

CARACTERIZAÇÃO DAS ADMISSÕES EM UNIDADE NEONATOLÓGICA DE MÉDIO RISCO DE HOSPITAL INFANTIL DE REFERÊNCIA DO ESTADO DO CEARÁ

Autor(es): JÉSSICA LOURENÇO CARNEIRO e orientado por ANA KELVE DE CASTRO DAMASCENO

INTRODUÇÃO: A internação é um evento que traz mudanças e sofrimento ao recém-nascido e a família. Entre essas mudanças estão a necessidade de adaptação a esse novo ambiente, o hospital, no qual a puérpera e criança estarão inseridas e vulneráveis a adquirir outras patologias, além de estarem distantes dos outros entes queridos. O conhecimento das causas de hospitalização na unidade de neonatologia de médio risco irá favorecer uma atenção direcionada as principais necessidades dos recém-nascidos e identificar as políticas para prevenção desses eventos na atenção básica, visando reduzir a ocorrência e a duração da internação. OBJETIVO: caracterizar o perfil dos recém-nascidos hospitalizados em unidade neonatológica de médio risco de um hospital infantil de referência do Estado do Ceará, segundo pré-natal, parto e nascimento, diagnóstico principal, duração e desfecho da internação. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa descritiva, retrospectiva e exploratória de natureza quantitativa, realizada em uma unidade de neonatologia de médio risco de um hospital infantil terciário de referência do Ceará no período de um de janeiro a 30 de junho de 2015. Os dados foram coletados no prontuário dos pacientes, através de um formulário estruturado e foram analisados através tabelas e literatura disponível sobre a temática. Foram respeitados os aspectos éticos de pesquisas envolvendo seres humanos. RESULTADOS: No período estudado, houve 250 admissões, dessas A maioria era do sexo masculino (59,6%), tinha idade entre 0 a 28 dias (75,2%), permaneceram internadas entre 1 a 15 dias (67,6%) e a causa da internação era bem variada, predominando distúrbios gastrointestinais (17,2%), mal formações (17,2%), pós-operatório (12,8%), infecções (12,4%), prematuridade (12%) entre outras. CONCLUSÃO: Concluiu-se que o estudo do perfil de demandas de um determinado local de prestação de assistência em saúde pode auxiliar o profissional na tomada de decisão e no próprio cuidado, haja vista a possibilidade de maior intimidade com o curso de determinadas patologias.

Veja o artigo completo: PDF