Resumo Trabalho

MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES NO ASSOALHO PÉLVICO ENFATIZANDO A INCONTINÊNCIA URINÁRIA

Autor(es): PRISCILLA CASTRO MARTINS, IONE LARA RIBEIRO TERTULIANO, MAYSA VICTÓRIA LACERDA CIRILO e orientado por NÁDYA SANTOS MOURA

INTRODUÇÃO: A SAÚDE DA MULHER NO CLIMATÉRIO É UM TEMÁTICA RELEVANTE INVESTIGADA E DISCUTIDA, EM VIRTUDE DE SUAS REPERCUSSÕES CLÍNICAS QUE AS AFETAM INTEGRALMENTE, TENDO POR UMA DAS PRINCIPAIS IMPLICAÇÕES NO ASSOALHO PÉLVICO A INCONTINÊNCIA URINÁRIA DEFINIDA COMO A QUEIXA DE PERDA INVOLUNTÁRIA DE URINA. METODOLOGIA: TRATA-SE, DE UMA REVISÃO DE LITERATURA ELABORADA ATRAVÉS BASES DE DADOS BVS BIREME, PUBMED E SCIELO TENDO COMO DESCRITORES: INCONTINÊNCIA URINÁRIA, ASSOALHO PÉLVICO, SEXUALIDADE, CLIMATÉRIO E PÓS-MENOPAUSA. INCLUIU-SE, ARTIGOS EM INGLÊS E PORTUGUÊS, DO PERÍODO DE 2014 A 2019 COM A TEMÁTICA INERENTE A INCONTINÊNCIA EM MULHERES NO CLIMATÉRIO, TOTALIZANDO 10 ARTIGOS ENCONTRADOS NAS PLATAFORMAS. RESULTADOS E DISCUSSÃO: OS FATORES POSITIVAMENTE RELACIONADOS A INCONTINÊNCIA URINÁRIA FORAM, A GRAVIDEZ, PÓS- PARTO, OBESIDADE, DEPRESSÃO, USO DE DROGAS QUE POSSAM INFLUENCIAR A FUNÇÃO DA BEXIGA, MULTIGESTAS COM MAIS DE TRÊS GESTAÇÕES, DAR À LUZ CRIANÇAS QUE PESAM MAIS 3,500 KG, INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO RECORRRENTE, CIRURGIA GINECOLÓGICA, HISTÓRICO FAMILIAR DE IU, SINTOMAS VAGINAIS, DISTOPIA VAGINAL,PROLAPSO GENITAL, STRESSE E ANSIEDADE.FICANDO PERCEPTÍVEL, QUE MULHERES NO CLIMATÉRIO COM A INCONTINÊNCIA URINÁRIA APRESENTAM UMA OU MAIS DESSAS CONDIÇÕES.NO ENTANTO, NÃO FORA NOTADO ASSOCIAÇÃO ENTRE IU, PARIDADE E EPISIOTOMIAS.CONCLUSÃO: ESTE ESTUDO VEM SOMAR AO ARCABOUÇO LITERÁRIO DE ESTUDANTES DA ÁREA DA SAÚDE, NO QUE TANGE CONHECER AS IMPLICAÇÕES QUE PROBLEMAS NO ASSOALHO PÉLVICO PRIMORDIALMENTE A INCONTINÊNCIA URINÁRIA PODE CAUSAR EM MENOPAUSADAS E PÓS MENOPAUSADAS.ADEMAIS, É IMPRESCENDÍVEL QUE PESQUISADORES POSSAM SE APROFUNDAR NA TEMÁTICA, BUSCANDO FECHAR AS LACUNAS E CONTROVÉRSIAS ENCONTRADAS NA REVISÃO.

Veja o artigo completo: PDF