Resumo Trabalho

DETERMINANTES SOCIAIS DE SAÚDE DE GESTANTES ACOMPANHADAS NO PRÉ-NATAL DE ALTO RISCO

Autor(es): MARCELA MATIAS SENA, IVYNA PIRES GADELHA, FLAVIANE FABRÍCIO DINIZ, MARIANNE MAIA e orientado por PRISCILA DE SOUZA AQUINO

AS GESTAÇÕES DE ALTO RISCO SÃO CARACTERIZADAS POR CONDIÇÕES, PRÉVIAS À GRAVIDEZ OU QUE SURGEM DURANTE O PERÍODO GESTACIONAL, QUE PODEM REPRESENTAR MAIOR PROBABILIDADE DE DESFECHOS DESFAVORÁVEIS AO BINÔMIO. É ESSENCIAL CONHECER E COMPREENDER AS CONDIÇÕES SOCIAIS EM QUE AS PESSOAS VIVEM E TRABALHAM, VISTO QUE ESSES DETERMINANTES SOCIAIS SÃO FATORES QUE INFLUENCIAM, DE MODO GERAL, OS PROBLEMAS DE SAÚDE DA POPULAÇÃO E SEUS FATORES DE RISCO. OBJETIVOU-SE AVALIAR OS DETERMINANTES SOCIAIS DE SAÚDE DE GESTANTES DE ALTO RISCO. TRATA-SE DE UMA PESQUISA DESCRITIVA, EXPLORATÓRIA, QUANTITATIVA E TRANSVERSAL, REALIZADA COM 276 GESTANTES ACOMPANHADAS EM AMBULATÓRIO DE ALTO RISCO EM UMA MATERNIDADE DE REFERÊNCIA EM FORTALEZA. UTILIZOU-SE UM INSTRUMENTO CONTENDO DADOS SOCIODEMOGRÁFICOS E CLÍNICO-OBSTÉTRICOS. OS DADOS COLETADOS FORAM SUBMETIDOS A TRATAMENTO ESTATÍSTICO DESCRITIVO, SENDO CALCULADAS MÉDIAS E FREQUÊNCIAS. AS GESTANTES TINHAM, EM MÉDIA, 29,7 ANOS. A MAIORIA DAS MULHERES ERA PARDA, VIVIA EM UNIÃO ESTÁVEL, HAVIA CURSADO O ENSINO MÉDIO COMPLETO, NÃO REALIZAVA ATIVIDADE REMUNERADA E ERA DE BAIXA RENDA. ALÉM DISSO, A MAIORIA ERA MULTÍPARA, COM GESTAÇÃO ÚNICA E NÃO REALIZAVA ATIVIDADE FÍSICA. OS DADOS FORAM ANALISADOS COM BASE NO MODELO PROPOSTO POR DAHLGREN E WHITEHEAD, EM QUE OS FATORES DETERMINANTES DE RISCO GESTACIONAL FORAM DISPOSTOS EM QUATRO CAMADAS. PERCEBE-SE QUE O RECONHECIMENTO DOS DETERMINANTES E DA HISTÓRIA REPRODUTIVA DESSAS MULHERES CONTRIBUI PARA A ELABORAÇÃO DE POLÍTICAS DE SAÚDE QUE INCLUAM OS DIVERSOS CONTEXTOS PESSOAIS, SOCIAIS, ECONÔMICOS E CULTURAIS, EM BUSCA DA PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇÃO DE AGRAVOS.

Veja o artigo completo: PDF