Resumo Trabalho

A PRÁTICA DA CONTEXTUALIZAÇÃO NO ENSINO DE BIOLOGIA

Autor(es): GABRIELLE GLAYSSA LOPES DE OLIVEIRA e orientado por CAMYLLA ALVES DO NASCIMENTO PESSOA

A metodologia tradicional ainda hoje é bastante empregada em diversos níveis de ensino, colocando o professor como o agente principal da educação e deixando os alunos em segundo plano. Muitas vezes, este método causa problemas na assimilação dos conteúdos e desta maneira poderá resultar em dificuldades na aprendizagem do aluno. Em diversas momentos o ensino de biologia se enquadra dentro deste contexto. A contextualização é uma ferramenta que busca ajudar o professor, uma vez que através dela o docente pode criar situações que relacione o cotidiano com o conteúdo para tornar a aula mais atrativa e despertar o interesse do aluno. Diversos autores citam a importância da contextualização do ensino, pois além de contribuir para a intelectual do aluno, ajuda a criar discentes com senso crítico perante a realidade do dia a dia. Foi realizada uma investigação com o objetivo de caracterizar o método que professores de Biologia lecionam suas aulas, se estas são contextualizadas e se essa ferramenta traz benefícios para a aprendizagem. A metodologia utilizada foi um questionário com alunos de graduação, questionados sobre a forma que as aulas de biologia eram ministradas no Ensino Médio e atualmente no Ensino Superior, se como professores adotariam esta prática e quais benefícios a ferramenta pode ocasionar. Por meio da análise dos dados, percebeu-se que os entrevistados têm conhecimento sobre a ferramenta, que como docentes fariam uso da mesma, mostraram uma discrepância entre os métodos que diversos professores usam e mostraram que ainda há uma dificuldade em contextualizar assunto biológicos dentro de sala de aula. Dificultando assim o processo de ensino e de aprendizagem dos alunos.

Veja o artigo completo: PDF