Resumo Trabalho

PERSPECTIVA DO CURRÍCULO NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

Autor(es): EMMILY CRISTINA FIRMINO DE SOUZA

A pesquisa vigente apresenta uma discussão acerca do currículo na perspectiva de alfabetização, trazendo como principal referência curricular a Base Nacional Curricular Comum (BNCC), que caracteriza-se por ser um documento de caráter normativo que norteia os conteúdos propostos no processo educativo, visando um uniformidade destes conteúdos na totalidade territorial do Brasil, objetivando promover uma plenitude no progresso de aprendizagens essenciais que os estudantes devem desenvolver durante as etapas e modalidades da educação básica, buscando promover um equilíbrio na educação de todo o país. Dentro desta perspectiva, o estudo corrente, visa analisar a proposta da BNCC referenciando-se em autores que discutem currículo, como Chartier (2000), Moreira e Candau (2007), Mello (2007) Moreira e Silva (1994), e também na ótica da alfabetização como, Ferreiro e Teberosky (1979) e Mortatti (2000), trazendo um estudo crítico reflexivo a respeito do tema discutido, buscando uma ressignificação de conceitos baseados nos contextos atuais vivenciados nas salas de aula. A investigação também traz uma visão panorâmica dos métodos alfabetizadores utilizados em locus de ensino, a BNCC propõe que a iniciação do processo de alfabetização seja iniciado durante a educação infantil e perdure pelos dois primeiros anos das séries iniciais, onde deve ocorrer a consolidação do processo alfabetizador, onde o docente deve mediar esse encadeamento educacional. Na conjuntura contemporânea, discute-se propostas inovadoras, como o Construtivismo, no entanto, na prática docente corriqueira, vislumbra o uso dos métodos tradicionais de alfabetização (Sintético e Analítico), diante da importância da alfabetização, a pesquisa traz considerações a respeito da linguística geral, o que em tempos passados tratava alfabetização apenas como decodificação do código linguístico, hoje o debate de estende muito além desse conceito, englobando todo o saber/fazer do sujeito para realizar leituras de elementos existentes em seu cotidiano, bem como a atuação desses métodos na sistematização do processo de ensino aprendizagem dos educandos.

Veja o artigo completo: PDF