Resumo Trabalho

ANÁLISES DA QUALIDADE FÍSICO-QUÍMICA DE ÁGUA DE POÇO TUBULAR LOCALIZADO NO SÍTIO GROSSOS NO MUNICIPIO DE GURJÃO-PB

Autor(es): SARAH LÍLIAN DE LIMA SILVA e orientado por EDMILSON DANTAS DA SILVA FILHO

A água é um recurso natural essencial para a vida, sua manutenção e o seu desenvolvimento. Avaliando em quantidade de nutrientes, a água mineral apresenta larga qualidade, visto que, possui minerais como cálcio, sódio, potássio e outros, que são importantes para saúde dos tecidos e para o regulamento do balanço hídrico da água corporal. A água potável disponível no planeta está cada vez mais rara, representada apenas por 3% das massas líquidas que cobrem a terra, é necessário que sempre exista o consumo racional. A população do nordeste brasileiro vem sofrendo cada vez mais com a seca, que não deixa outra alternativa a não ser a perfuração a perfuração de poços como uma maneira de obter água. Mas nem sempre está água está própria para o consumo podendo trazer sérios problemas para saúde humana. O presente trabalho tem como objetivo analisar os parâmetros físico-químicos da água do poço tubular localizado no sítio Grossos no município de Gurjão-PB de acordo com a portaria de nº 2.914, de 12 de dezembro de 2011, que dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Foram determinados os seguintes parâmetros: pH, temperatura (ºC), alcalinidade (mg/L), acidez carbônica (em termo de CaCO3), cloretos (mg/L), condutividade elétrica (µS/cm), cinzas (%) e sólidos totais dissolvidos (ppm). Pode-se concluir que a qualidade físico-química da água do poço artesiano localizado no sítio Grossos no município de Gurjão está fora dos padrões estabelecidos pela legislação brasileira e não pode ser consumida pela população do referido município.

Veja o artigo completo: PDF