Resumo Trabalho

A INFLUÊNCIA NEGRA INDÍGINA NA DANÇA DO COCO

Autor(es): ANA CAROLINA LIMA SALES e orientado por EDITE COLARES OLIVEIRA MARQUES

O COCO é dança, música e poesia, é uma manifestação cultural popular de origem afro-indígenas, cuja prática muito forte é encontrado em diversas localidades do Nordeste brasileiro. Fala-se de ser uma manifestação cultural afro-indígena, devido à presença de elementos indígenas como os movimentos em roda e a estrutura poética musical e de elementos das culturas africanas, como o uso dos instrumentos de percussão como (ganzá, caixa, zambê, etc.) além da umbigada, do ritmo e do canto. No Ceará, tanto no sertão, quanto no litoral, e região metropolitana de Fortaleza, pode-se encontrar a dança do coco, como muitas vezes aparece no coco de praia e no coco do sertão. Com o intuito de difundir o Coco, tanto para os professores em formação, quanto no âmbito da escola pública, na perspectiva de dá um suporte com material pedagógico, bem como mapeamento de grupos que dançam o coco, o grupo de pesquisa que auxiliar os professores na abordagem da cultura popular no ensino da arte. A principal metodologia utilizada é a pesquisa de campo e observação, entrevistas e outras técnicas de pesquisa qualitativa. O propósito desta pesquisa é dar um suporte cada vez mais amplo aos professores em formação e as escolas públicas, assim fazendo com que um maior número de crianças possa vivenciar novas experiências e valorizar e propagar cada vez mais as nossas manifestações culturais, tão ricas e que precisa ser resgatada, e vivenciada pelas crianças, na perspectiva de aproximar e apropriar-se da nossa cultura regional. O trabalho contribuirá para da um suporte aos professores no âmbito do ensino da arte.

Veja o artigo completo: PDF