Resumo Trabalho

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE CARNE BOVINA MOÍDA COMERCIALIZADA EM LIMOEIRO DO NORTE-CE

Autor(es): JOSILENE IZABEL DE OLIVEIRA ALMEIDA e orientado por MARLENE NUNES DAMACENO

A contaminação de carne bovina e seus derivados por microrganismos patogênicos é responsável pela maioria das infecções ou toxinfecções alimentares nos consumidores. A temperatura em que os alimentos são armazenados é de fundamental importância para a manutenção de sua qualidade. Com o presente trabalho objetivou-se avaliar qualidade da carne bovina moída comercializada em Limoeiro do Norte, Ceará, e comparar com os padrões definidos na legislação brasileira. Durante a compra a temperatura das amostras foi aferida no próprio local de venda e posteriormente foram realizadas análises de Staphylococcus aureus, Bactérias Aeróbias Mesófilas, Salmonella spp., Coliformes Totais e Termotolerantes com confirmação de Escherichia coli e medição de pH e atividade de água. Todas as amostras analisadas apresentaram alta contaminação de bactérias aeróbias mesófilas, Staphylococcus aureus e Escherichia coli, mas estavam dentro da legislação que exige como padrão apenas a ausência de Salmonella em 25g da amostra.

Veja o artigo completo: PDF