Resumo Trabalho

A SOCIOEDUCAÇÃO NO PROCESSO DE RESSOCIALIZAÇÃO DE ADOLESCENTES CUMPRINDO MEDIDA SOCIOEDUCATIVA, NA CASE ZILDA ARNS, EM FEIRA DE SANTANA, BAHIA

Autor(es): MARIA DAS GRAÇAS ALMEIDA e orientado por PROF. PHD. DR. RAFAEL FONTES CLOUX

ESTE ARTIGO BUSCA DISCORRER SOBRE A MATERIALIZAÇÃO DA RESSOCIALIZAÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI, INTERNOS NA CASE ZILDA ARNS, EM FEIRA DE SANTANA. PRIORIZOU-SE A RESSOCIALIZAÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES, POR SER UM TEMA ATUAL E RELEVANTE, UMA VEZ QUE SE COGITA A POSSIBILIDADE DA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL E ESTE ESTUDO VEM DESTACAR A POSSIBILIDADE DA RESSOCIALIZAÇÃO DESDE QUE AS ESFERAS DE PODER, TANTO A FAMÍLIA COMO A SOCIEDADE EM GERAL, ASSUMAM A SUA RESPONSABILIDADE PERANTE O PÚBLICO INFANTOJUVENIL. ASSIM, O OBJETIVO GERAL BUSCOU: DISCORRER SOBRE A MATERIALIZAÇÃO DO PROCESSO DE RESSOCIALIZAÇÃO DOS ADOLESCENTES INTERNOS, SOB MEDIDA PUNITIVA DE PRIVAÇÃO, NA CASE ZILDA ARNS, EM FEIRA DE SANTANA; E ESPECIFICAMENTE APRESENTAR O PERFIL SÓCIO DEMOGRÁFICO DOS ALUNOS E PROFISSIONAIS DA CASE ZILDA ARNS NA SUPRACITADA CIDADE; ELENCAR OS ATENDIMENTOS DISPONÍVEIS E AS INSTALAÇÕES DO ESPAÇO COM OS GESTORES E COORDENADORES; DESTACAR AS PRÁTICAS/AÇÕES PEDAGÓGICAS DESENVOLVIDAS COM OS ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA DE PRIVAÇÃO DE LIBERDADE. ADOTOU-SE A METODOLOGIA PRESCRITA NA ABORDAGEM QUALITATIVA DESCRITIVA A PARTIR DE ANÁLISE TEÓRICA, BUSCANDO DISCORRER CRITICAMENTE SOBRE O PROCESSO DE RESSOCIALIZAÇÃO DO JOVEM INFRATOR QUE SE ENCONTRA EM MEDIDA DE PRIVAÇÃO DE LIBERDADE NA CASE ZILDA ARNS DE FEIRA DE SANTANA. POR FIM DE POSSE DOS RESULTADOS APONTA-SE NAS CONSIDERAÇÕES FINAIS QUE O FUTURO DA SOCIOEDUCAÇÃO NO PAÍS DEPENDE DE UMA REVISÃO PROFUNDA NAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS, NOS CURRÍCULOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES E NA ORGANIZAÇÃO DAS ESCOLAS, CARECE DE VONTADE POLÍTICA E INVESTIMENTO NOS RECURSOS FÍSICOS, MATERIAIS E HUMANOS.

Veja o artigo completo: PDF