Resumo Trabalho

ESTUDO DE CASO SOBRE TRAJETÓRIAS PROFISSIONAIS BEM SUCEDIDAS DE PEDAGOGAS ORIUNDAS DAS CLASSES POPULARES

Autor(es): VALDERLENE DE MELO SILVA

Este trabalho relata a trajetória profissional de egressas de um curso de Pedagogia de uma universidade pública piauiense, identificando a relação entre formação acadêmica e mercado de trabalho do ponto de vista das entrevistadas. A pesquisa é um estudo de caso desenvolvido através de entrevistas em profundidade com duas egressas, oriundas das classes populares, que possuem trajetórias bem sucedidas de ingresso no mercado de trabalho. A trajetória profissional das egressas é pautada na docência e o curso de Pedagogia é o ponto de partida para a entrada no mercado de trabalho, a qual ocorreu antes da conclusão do curso. A entrevistada nomeada Raquel possui 27 anos, é parda e concluiu o curso de 2015. Ela trabalha em uma escola particular, na qual acumula três funções. A segunda entrevistada, nomeada de Joana, possui 30 anos, é negra e concluiu o curso em 2010. É professora efetiva na rede municipal em duas cidades e, em 2016, ingressou no mestrado em educação. Ambas avaliam que melhoraram suas rendas individuais com o curso superior, embora uma das egressas não aconselhe Pedagogia como a melhor opção para melhorar sua renda. Ambas consideram que os conhecimentos adquiridos na academia são apenas a base para a atuação profissional, mas reconhecem que há necessidade de aprimorar a formação inicial. No caso de Joana, o prolongamento da escolarização e o concurso público são parte de um projeto de mobilidade social. Para Raquel, a formação é parte de um projeto de empregabilidade.

Veja o artigo completo: PDF