Resumo Trabalho

CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DA ÁGUA DE UM POÇO TUBULAR LOCALIZADO NO MUNICÍPIO DE SANTA LUZIA-PB

Autor(es): LUCAS JHÔNATA RAMOS DA SILVA e orientado por EDMILSON DANTAS DA SILVA FILHO

Estudaram-se as características físico-químicas da água de um poço tubular localizado no município de Santa Luzia-PB, quanto aos seguintes parâmetros: Alcalinidade (mg/L); dureza total, de cálcio e magnésio (mg/L); cloreto (mg/L), foi realizado pelo método de Mohl; cor aparente (uH), analisado em medidor de cor modelo HI 727 da Hanna Instruments®; condutividade elétrica (µS/cm-1), Sólidos totais dissolvidos (ppm), analisadas com condutivímetro portátil (Lutron Modelo CD–4303); Cloro residual (mg/L); acidez carbônica(em termo de CaCO3). Diante dos resultados obtidos, pode-se observar que a qualidade físico-química da água do poço tubular está apenas com um parâmetro fora do valor máximo permitido pela portaria de nº 2914/11 do ministério da saúde, que dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade e também pela resolução de nº 357/2005 do Conselho Nacional do Meio Ambiente que dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Assim, não poderá ser utilizada para o consumo humano, a não ser que seja realizado um tratamento através de métodos eficazes, como: filtração ou desmineralização, troca-iônica.

Veja o artigo completo: PDF