Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DAS RESISTÊNCIAS DE PISOS INTERTRAVADOS INCORPORADOS COM POLÍMERO

Autor(es): LOREDANNA MELYSSA COSTA DE SOUZA e orientado por ANA MARIA GONÇALVES DUARTE MENDONÇA

O PET um material largamente utilizado em todo o mundo para a fabricação de embalagens, principalmente em garrafas para bebidas tais como refrigerantes, águas com gás, cervejas etc. Graças a essas características o PET tem ocupado uma posição de destaque no que diz respeito a aplicações tecnológicas, principalmente na forma de fibras e filmes. Sua ampla faixa de cristalinidade permite diversas aplicações, por isso, o interesse por sua estrutura e propriedades tem aumentado, tanto nas áreas científicas quanto nas tecnológicas. Assim, este trabalho tem como objetivo avaliar a resistência à compressão e a tração de peças de pisos intertravados incorporados com polímero tipo PET na forma triturada. Foram moldados corpos de prova de 16 faces e corpos de prova prismáticos nas dimensões de 5 cm x 10 cm para determinação da resistência à compressão simples e resistência a tração na flexão, respectivamente. Foram utilizados teores de 5% e 10% de PET triturado em substituição ao agregado miúdo (areia quartzosa) e avaliado as resistências a 28 dias. Observou-se que a substituição do agregado miúdo por polímero (PET triturado) promoveu a redução da resistência à compressão e a tração na flexão das peças para pisos intertravados, quando comparados aos resultados obtidos para as peças de referência. No entanto, os resultados satisfazem os parâmetros estabelecidos pela norma na ABNT NBR 9781 (ABNT, 2013).

Veja o artigo completo: PDF