Resumo Trabalho

ANÁLISE DA MICROESTRUTURA DO CONCRETO INCORPORADO COM RESÍDUO OLEOSO DE PETRÓLEO

Autor(es): VALTER FERREIRA DE SOUSA NETO e orientado por ANA MARIA GONÇALVES DUARTE MENDONÇA

A seleção de um determinado material para integrar um novo produto é uma tarefa dinâmica e os princípios que a controlam são constantemente alterados à medida que novos materiais são também continuamente concebidos, bem como os requisitos técnicos e econômicos podem ser mudados. Um material, ao ser selecionado para integrar um produto, exibe um conjunto de propriedades que são resultantes da estrutura interna do mesmo. É crescente o interesse pela área de análise e caracterização de materiais devido à necessidade de seleção adequada do material baseado no desempenho do sistema em estudo. Dependendo das solicitações a que o material ou sistema será submetido, a caracterização poderá abranger a avaliação de propriedades mecânicas, elétricas, bioatividade, imunogenicidade, eletrônicas, magnéticas, ópticas, químicas, térmicas e até mesmos a combinação de duas ou mais destas propriedades. Os resíduos oleosos do petróleo gerados nas operações de perfuração e produção incluem: fluidos de perfuração; óleo cru; produtos químicos; filtros usados; areia produzida; água produzida contaminada com hidrocarbonetos; borras de separadores de água- óleo-gás; resíduos de desidratação; fluidos hidráulicos e lubrificantes, dentre outros, cuja destinação gera grandes problemas econômicos e ambientais. Este trabalho tem como objetivo analisar a microestrutura do concreto incorporado com resíduo oleoso de petróleo. Foram selecionadas amostras de 1cm x 1cm e submetidas a ensaio de microscopia eletrônica de varredura, objetivando verificar o arranjo interno dos componentes do concreto. Verificou-se a existência de uma estrutura densa com presença de poucos poros e, impurezas e partículas intrusas na matriz.

Veja o artigo completo: PDF