Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO E LIBERDADE DE APRENDER: AS METODOLOGIAS DE ENSINO E SUAS INFLUÊNCIAS NA VIDA ACADÊMICA DE ALUNOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ.

Autor(es): MÁRCIA RODRIGUES MELO e orientado por ISRAEL ROCHA BRANDÃO

A motivação e o empenho de cada sujeito são disposições individuais, pois o que pode ser positivo e estimulante para uma pessoa, pode não ser para o outra. Apesar disso, de modo geral, no que diz respeito às metodologias de ensino, os alunos preferem se sentir livres, autônomos e sempre querem saber da significância do que se está aprendendo. Estes fatores os motivam a aprender e, por conseguinte, favorecem a dedicação e o compromisso dos estudantes com o próprio aprendizado. A presente pesquisa é de abordagem qualitativa uma vez que, ao utilizar-se de coleta de dados, os pesquisadores se assumem como participantes ativos da investigação. Além disso, este trabalho também tem abordagem exploratória na qual caracteriza-se por fazer uso de levantamento bibliográfico e levantamento de experiências. Para a obtenção de dados e informações desta pesquisa foi utilizado um questionário aberto, com perguntas acerca do entendimento dos acadêmicos sobre metodologias de ensino, de modo especial: quais eram as metodologias dos seus respectivos professores, e se estas interferiam no desempenho e na motivação destes ao realizar atividades acadêmicas. Esse estudo foi realizado com os alunos do Centro de Filosofia e Letras e Educação da UVA (CENFLE). Houve também distribuição de painéis nos prédios do CENFLE com perguntas e imagens estimuladoras a respeito dessa temática. A análise dos questionários até o presente momento nos leva à percepção de que todos os alunos têm algum ponto de vista a respeito do que seriam metodologias de ensino e como essas contribuem para um melhor desempenho em seus encargos acadêmicos. Existe um certo acordo de que, ao longo dos anos, as metodologias usadas pelos professores em sala de aula têm melhorado consideravelmente; ainda assim é preciso rever tais estratégias pedagógicas. É imprescindível que os docentes utilizem métodos que fujam do esquema restrito de textos que possuem difícil linguagem e compreensão, é preferível que os textos se apropriem de elementos que edifiquem o aprendizado de maneira considerável na vida dos educandos. Conclui-se, portanto, que o referente estudo visou problematizar acerca da motivação e o empenho universitário, relacionando-os às metodologias de ensino-aprendizagem. Deste modo, através da análise de dados buscou-se apresentar resultados, até então levantados, que evidenciam que as metodologias de ensino são fatores determinantes no que diz respeito, ao empenho e motivação na vida acadêmica e, por conseguinte, em seus respectivos progressos.

Veja o artigo completo: PDF