Resumo Trabalho

POTENCIALIDADES E VULNERABILIDADES DOS SOLOS DA COMUNIDADE TITARA NA SERRA DO ESPINHO, PILÕES/PB

Autor(es): JOÃO LUCAS FREITAS DE SOUSA e orientado por LUCIENE VIEIRA DE ARRUDA E CARLOS ANTONIO BELARMINO ALVES

O solo se caracteriza como um importante elemento natural da superfície terrestre, mas foi ao longo do processo evolutivo da raça humana que esse recurso natural passou a ser utilizado intensamente. Nesse contexto, atualmente o solo tem sido muito explorado através da agricultura e pecuária, sendo estes os fatores que mais contribuem para a degradação do mesmo. Assim, o objetivo dessa pesquisa é diagnosticar as características macromorfológicas, físicas e químicas dos solos da comunidade Titara, na Serra do Espinho, Pilões/PB, no intuito de classificá-los quanto a sua aptidão nutricional analisando o estado em que se encontram e a melhor forma de uso. Os procedimentos metodológicos foram pautados através de pesquisa de campo, laboratório e gabinete, abarcando três amostras de solos coletadas da comunidade, que posteriormente foram analisadas em suas características macromorfológicas, físicas e químicas nos laboratórios de física do solo e de química e fertilidade do solo do departamento de solos e engenharia rural do CCA/UFPB. Os resultados obtidos demostraram que todos os solos estudados da comunidade Titara na Serra do Espinho apresentam condições desfavoráveis no que diz respeito a sua macromorfologia, pH, matéria orgânica e saturação de bases (V%), assim como suas condições físicas e distribuição das culturas no relevo local. Das três amostras de solos coletados em Titara, nenhuma se encontra com o pH ideal para cultivo, sendo que todos os solos são ácidos e necessitam de calagem. Os solos se encontram em relevo ondulado e inclinado, sendo que os mesmos são comprometidos devido a sua condição distrófica.

Veja o artigo completo: PDF