Resumo Trabalho

ESTRUTURA DE POPULAÇÕES DE POINCIANELLA PYRAMIDALIS [TUL.] L.P.QUEIROZ E CROTON BLANCHETIANUS BAILL NUM TRECHO DE CAATINGA SUJEITO A DISTINTOS NÍVEIS DE PASTOREIO.

Autor(es): AMANDA DA SILVA SANTOS, KATIUCIA BRAGA DE OLIVEIRA, MAYANE MARIA DA SILVA TELES, OSMAN CAVALCANTE JÚNIOR e orientado por HENRIQUE COSTA HERMENEGILDO DA SILVA

A CAATINGA É UM AMBIENTE EXCLUSIVAMENTE BRASILEIRO QUE VEM SOFRENDO GRANDES IMPACTOS ANTROPOLÓGICOS NOS ÚLTIMOS TEMPOS, PRINCIPALMENTE POR SER UTILIZADA COMO ÁREA DE PASTEJO, PORTANTO OBJETIVOU-SE AVALIAR A ESTRUTURA ARBÓREA DAS ESPÉCIES POINCIANELLA PYRAMIDALIS [TUL.] L.P.QUEIROZ E CROTON BLANCHETIANUS BAILL EM DUAS ÁREAS COM NÍVEIS DE PASTOREIO DISTINTOS. PARA TAL FORAM INSTALADAS 25 PARCELAS MEDINDO 10 X 20 M EM CADA ÁREA, QUE ESTÃO LOCALIZADAS EM ARL NO MUNICÍPIO DE GIRAU DO PONCIANO- AL, COM ESPAÇO DE 10 METROS ENTRE CADA PARCELA. APÓS A INSTALAÇÃO FOI MEDIDO ALTURA E DIÂMETRO DAS ARVORES DENTRO DAS PARCELAS, ASSIM COMO REALIZADO A DEVIDA IDENTIFICAÇÃO, EM SEGUIDA A ANÁLISE DE DADOS SE DEU A PARTIR DO TESTE T DO SOFTWARE BIOESTAT 5.0 ONDE FOI POSSÍVEL NOTAR QUE AS ÁREAS APRESENTAM DISTINÇÃO ENTRE SI, ONDE NA ÁREA I QUE É MAIS EXPLORADA(527 INDIVÍDUOS), APRESENTA A MAIORIA DA POPULAÇÃO DE AMBAS AS ESPÉCIES EM ESTADO JOVEM EM RELAÇÃO AOS INDIVÍDUOS ADULTOS, CARACTERIZANDO ASSIM ESTADO EM DESORDEM POPULACIONAL, MAS DEMONSTRA UM ALTO PODER DE REGENERAÇÃO, PARA A ÁREA II QUE SE APRESENTA MENOS IMPACTADA(1.138 INDIVÍDUOS)FOI CONSTATADO QUE EXISTE UMA DENSIDADE E ESTRUTURA MAIOR DE INDIVÍDUOS DE AMBAS AS ESPÉCIE, ALÉM DE UMA DINÂMICA DE POPULAÇÕES DIVERSIFICADA NÃO APRESENTANDO DISCREPÂNCIAS ENTRE INDIVÍDUOS JOVENS E ADULTOS, ESTANDO MAIOR ORDEM POPULACIONAL, DESSE MODO, AS ÁREAS APRESENTARAM DIFERENÇAS DE ACORDO COM O NÍVEL DE PASTEJO (P=0,001), PORÉM É POSSÍVEL REALIZAR TAL ATIVIDADE SEM PREJUDICAR MASIADAMENTE A ÁREA, COMO É VISÍVEL NA ÁREA II, DESDE QUE SEJA REALIZADO COM RESPONSABILIDADE E CAUTELA.

Veja o artigo completo: PDF