Resumo Trabalho

EFEITO DA ALOE VERA NO CULTIVO IN VITRO DE FOLÍCULOS PRÉ-ANTRAIS INCLUSOS NO TECIDO OVARIANO DE BOVINOS

Autor(es): MÔNICA DIAS SOARES, FRANCISCO DAS CHAGAS COSTA, VENÂNCIA ANTÔNIA NUNES AZEVEDO e orientado por ANA LIZA PAZ SOUZA BATISTA

O APERFEIÇOAMENTO DE MEIOS DE CULTIVO IN VITRO EFICIENTES CAPAZES DE PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DE FOLÍCULOS PRÉ-ANTRAIS BOVINOS PODE CONTRIBUIR PARA OTIMIZAR A MATURAÇÃO IN VITRO DE OÓCITOS PROVENIENTES DESSES FOLÍCULOS. NO ENTANTO, SOB CONDIÇÕES IN VITRO AS CÉLULAS SÃO SUBMETIDAS A UM AUMENTO EXCESSIVO NA PRODUÇÃO DE ESPÉCIES REATIVAS DE OXIGÊNIO (EROS) QUE PODEM DESENCADEAR A MORTE CELULAR. POR ESSE MOTIVO, FAZ-SE NECESSÁRIA A SUPLEMENTAÇÃO DO MEIO BASE COM SUBSTÂNCIAS ANTIOXIDANTES E, COM ESSE PROPÓSITO, OS EXTRATOS VEGETAIS TÊM GANHADO DESTAQUE. NESSE CONTEXTO, O EXTRATO DE ALOE VERA JÁ DEMONSTROU, DENTRE OUTRAS PROPRIEDADES, IMPORTANTE ATIVIDADE ANTIOXIDANTE. PORÉM, AINDA NÃO EXISTEM ESTUDOS QUE AVALIEM O EFEITO ANTIOXIDANTE DESSA PLANTA NO CULTIVO DE FOLÍCULOS OVARIANOS BOVINOS. DIANTE DISSO, O PRESENTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO AVALIAR O EFEITO DA ALOE VERA (AV) NO CULTIVO IN VITRO DE FOLÍCULOS PRÉ-ANTRAIS INCLUSOS NO TECIDO OVARIANO DE BOVINOS. PARA ISSO, OVÁRIOS BOVINOS (N=10), COLETADOS EM ABATEDOURO LOCAL, FORAM FRAGMENTADOS E CULTIVADOS DURANTE 6 DIAS EM PLACAS DE 24 POÇOS NOS SEGUINTES TRATAMENTOS: α-MEM+(CONTROLE), AV 1%, AV 5%, AV 10% E AV 50% EM 5% DE CO2, 38ᵒC. AO FINAL DO CULTIVO, OS FOLÍCULOS FORAM DESTINADOS À ANÁLISE HISTOLÓGICA. ATRAVÉS DA AVALIAÇÃO HISTOLÓGICA OBSERVOU-SE QUE TODOS OS TRATAMENTOS CONTENDO AV, FORAM CAPAZES DE MANTER A INTEGRIDADE DO TECIDO AO FINAL DOS SEIS DIAS DE CULTIVO MANTENDO A MORFOLOGIA CONSIDERADA NORMAL SIMILAR AO CONTROLE CULTIVADO. CONCLUI-SE, ENTÃO, QUE A AV APRESENTA POTENCIAL ANTIOXIDANTE POR MANTER A MORFOLOGIA FOLICULAR NORMAL AO FINAL DO PERÍODO DE CULTIVO.

Veja o artigo completo: PDF