Resumo Trabalho

COMPOSTAGEM: TRATAMENTO AERÓBIO DE RESÍDUOS SÓLIDOS ORGÂNICOS

Autor(es): MAYARA JÉSSICA CAVALCANTE FREITAS e orientado por ANTÔNIO OLÍVIO SILVEIRA BRITTO JÚNIOR

A grande quantidade de resíduos sólidos gerado pela população é um dos mais sérios problemas enfrentados nos dias atuais, e a destinação incorreta desses resíduos apresentam uma série de problemas. Este artigo tem como objetivo avaliar a eficiência do tratamento da matéria orgânica, por meio da compostagem tradicional, através de testes físicos. A presente pesquisa desenvolveu-se, por pesquisa experimental no Laboratório de Tecnologias Alternativas de Convivência com o Semiárido (LATACS) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - Campus Maracanaú, e por pesquisa exploratória. Para a confecção dos processos de compostagem, foram utilizados os seguintes materiais: dois baldes de manteiga ou gordura vegetal de 3L, duas tampas, uma furadeira, duas brocas (5/32 e 6/16) e uma serrinha (300 mm). Os resultados obtidos, podem ser mensurados pela observação do pH, temperatura, umidade, condutividade. Conclui - se que a compostagem mostrou-se viável, com relação às análises das variáveis. Os valores obtidos para pH, umidade, condutividade e temperatura, foram satisfatórios, com valores finais respectivamente 7,2, 35º C, 0,74 ds/m e 70%. Quanto ao odor, não foi apresentado, pois a aeração e reviramento foram viáveis.

Veja o artigo completo: PDF