Resumo Trabalho

UMA REFLEXÃO ONTOLÓGICA DO LUGAR DA PESSOA “TRANSVYADA” DENTRO DA PAISAGEM URBANA – A CIDADE E O SUJEITO TAL COMO OVO E GALINHA

Autor(es): MATHEUS SILVA NASCIMENTO e orientado por ANA CLARA SOUZA E SILVA

O SEGUINTE ENSAIO TEM COMO POR FINALIDADE PENSAR O CARÁCTER ONTOLÓGICO E EXISTENCIAL DO SUJEITO INSERIDO NO ESPAÇO URBANO TENDO, COMO FONTE INSPIRADORA, O CONTO "O OVO E A GALINHA" DE CLARICE LISPECTOR. PARA ISSO COM APOIO DE UMA METODOLOGIA FENOMENOLÓGICA, O TRABALHO SE CONCENTRA A PRINCÍPIO NO QUESTIONAMENTO DA POSSIBILIDADE DE SE TRAÇAR UM PARALELO ENTRE A CIDADE ENQUANTO OVO E O SUJEITO COMO GALINHA, APRESENTANDO SUAS RESPECTIVAS CONTRADIÇÕES FILOSÓFICAS, EM ESPECIAL, NO QUE SE REFERE AO DISTANCIAMENTO ENTRE SUJEITO E OBJETO. EM SEGUIDA, ESSA MESMA CONTRADIÇÃO É PENSADA SOB A ÓTICA DO CONFLITO ENTRE AS ESFERAS PÚBLICO E PRIVADA RESPONSÁVEIS PELO PLANEJAMENTO URBANO E A REPRODUÇÃO DE ESPAÇOS CONTRADITÓRIOS VOLTADOS A POPULAÇÃO LGBTQI+, PARTINDO DO PRESSUPOSTO QUE EXISTE UMA NEGAÇÃO DE DETERMINADOS SUJEITOS "TRANSVYADOS" A MEDIDA QUE O ESPAÇO URBANO É COMPREENDIDO A PARTIR DA MERCANTILIZAÇÃO DE SUA PAISAGEM. POR FIM, SÃO FEITAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DE NOVAS POSSIBILIDADES DE PRÁTICAS SEXUAIS NAS CIDADES BEM COMO DE NOVAS FORMAS DE ESTUDOS URBANOS, TENDO NA LITERATURA E EM OUTRAS FORMAS DE ARTE, A FERRAMENTA PARA COMPREENDER A URBE DO PONTO DE VISTA DAS RELAÇÕES DOS SUJEITOS.

Veja o artigo completo: PDF