Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DE NÍVEIS DE ESCRITA E ALFABETIZAÇÃO ATRAVÉS DE TESTE DE PSICOGÊNESE PARA ALUNOS DO 2º ANO

Autor(es): ANTONIO MORAIS DA COSTA e orientado por FRANCISCO RICARDO MIRANDA PINTO

Esta pesquisa pretende analisar e discutir os níveis de escrita dos alunos do 2º ano da alfabetização de uma escola de Ensino Fundamental Anos Iniciais, do município de Groaíras, na Região Noroeste do Estado do Ceará. A mesma tem como horizonte de referência os estudos da psicogênese da língua escrita postulada por Emília Ferreiro e Ana Teberosky. Isto se faz necessário devido a importância de conhecer os níveis de escrita de cada aluno, pois através dos resultados obtidos, o docente poderá trabalhar com metodologias alfabetizadoras e recursos mais eficientes, fazendo com que o aluno desenvolva adequadamente as formas de escrita, alcançando, dessa forma, o padrão gráfico da expressão do pensamento segundo a psicogênese. Levando em consideração essa compreensão, resolveu-se utilizar duas etapas de análise: a primeira foi a aplicação de um teste no qual foi solicitado que os alunos escrevessem o nome de cada figura, assim como escrevessem uma frase de acordo com a interpretação delas, e a segunda a observação das atividades da professora em sala de aula. Após tudo isso, os testes foram recolhidos e analisados individualmente. Ao verificar os testes respondidos, foi possível observar que a performance do nível de escrita mostra-se positiva na maioria das crianças. Isso foi possível porque os processos metodológicos alfabetizadores utilizados pela professora são de grande funcionalidade, que através deles os resultados positivos são notórios. E quanto aos que não conseguiram, é cabível ao docente uma continuação de ensino para esses alunos, até que amadureçam o exercício de escrita desejado.

Veja o artigo completo: PDF