Resumo Trabalho

ANÁLISE SOBRE AS CAUSAS DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR EM IDOSOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO CEARÁ

Autor(es): MARIA JARDÉLIA ARAÚJO DE SOUZA, KARINE ROCHA DA SILVA ABREU, VITÓRIA PAULO DE MEDEIROS, STHEFANIE SILVA SAMPAIO e orientado por PATRÍCIA COSTA DE OLIVEIRA

INTRODUÇÃO: O RÁPIDO ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL TORNA A SAÚDE DOS IDOSOS UM GRANDE DESAFIO E UMA PRIORIDADE DA SAÚDE PÚBLICA. ESTE ESTUDO VISOU ANALISAR AS PRINCIPAIS CAUSAS DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR EM IDOSOS (ACIMA DE 60 ANOS OU MAIS) NO ÂMBITO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS), DO ESTADO DE CEARÁ. METODOLOGIA: O ESTUDO DESCRITIVO, DE CARÁTER QUANTITATIVO, FORAM UTILIZADO- SE A BASE DE DADOS DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES HOSPITALARES DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SIH/SUS), SOBRE A MORBIDADE HOSPITALAR DAS INTERNAÇÕES EM IDOSOS, USANDO-SE COMO VARIÁVEIS: SEXO, FAIXA ETÁRIA (60-79 ANOS E 80 ANOS OU MAIS) E DIAGNÓSTICO PRINCIPAL PELOS CAPÍTULOS DO CÓDIGO INTERNACIONAL DE DOENÇAS (CID) 10, NO PERÍODO DE JANEIRO DE 2018- MAIO DE 2019. RESULTADOS: A BUSCA EVIDENCIOU QUE AS TRÊS CAUSAS MAIS FREQUENTES DE INTERNAÇÃO ENTRE OS IDOSOS, DE AMBOS O SEXO, FORAM AS DOENÇAS DO APARELHO CIRCULATÓRIO (42,85%), DOENÇA DO APARELHO RESPIRATÓRIO (36,42%) E AS NEOPLASIAS (20,75%). CONSIDERAÇÕES FINAIS: PODE- SE CONCLUIR QUE, NO CEARÁ, A MORBIDADE HOSPITALAR COM INTERNAÇÃO EM IDOSOS, MANTÉM O PREDOMÍNIO DAS DOENÇAS DO APARELHO CIRCULATÓRIO. RESSALTA-SE A NECESSIDADE DE NOVAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE DIRECIONADAS PARA A MELHORA DA QUALIDADE DE VIDA E ASSISTÊNCIA AOS IDOSOS, MUDANÇAS NO CONTEXTO HOSPITALAR, NO QUAL ONDE POSSAM OFERTAR UM ATENDIMENTO COM QUALIDADE PARA ESSA FAIXA ETÁRIA DA POPULAÇÃO.

Veja o artigo completo: PDF