Resumo Trabalho

A EDUCAÇÃO INFANTIL DO SURDO, SUA INCLUSÃO NO ENSINO REGULAR E BILINGUÍSMO

Autor(es): DIEGO MORAIS DE ARAÚJO e orientado por MÁRCIA VIANA DA SILVA

Este projeto fundamenta-se na importância da educação inclusiva, mais especificamente no tocante à comunidade surda em seu aprendizado na escola de nível infantil e fundamental, já que é nesse momento que se inicia a jornada acadêmica do surdo. O objetivo de nosso projeto é tornar compreensíveis os aspectos que dificultam o ingresso de surdos na escola regular na idade certa, sua alfabetização e interação com outros estudantes. Este estudo foi feito por meio de pesquisa realizada com surdos que já passaram ou que passam por essa fase de ensino fundamental, tentando entender suas principais dificuldades no aprendizado na escola e em casa. As informações coletadas, cujo sujeito observado, além dos que responderam a pesquisa, foi uma aluna surda de uma escola da Rede Pública Municipal regular de ensino de João Pessoa-PB, aos 14 anos de idade no 6º ano do ensino fundamental II, as professoras, e a intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Buscamos entender a problemática da inclusão de surdos desde o início, a fim de encontrarmos explicações e soluções para o baixo rendimento escolar destes estudantes e tentar quebrar barreiras que eles enfrentam todos os dias na escola. Este trabalho aborda a questão do interesse de surdos e seus familiares na inclusão da comunidade surda, aprendizado, suas dificuldades e o bullying na escola. Ministramos oficinas de Libras básica na sala de vídeo da escola, com auxílio de slides interativos e de fácil entendimento, os alunos assistiram vídeos com intérprete em destaque, ouviram músicas interpretadas, aprenderam Libras e conversamos sobre o assunto mostrando exemplos de inclusão social, explicando sobre a comunidade surda, suas necessidades específicas, dificuldades, características, cultura surda e bullying.

Veja o artigo completo: PDF