Resumo Trabalho

A ORIGEM E CONCEPÇÃO DA IDEOLOGIA NO PENSAMENTO DE KARL MARX E FRIEDRICH ENGELS: OS SENTIDOS DO CONCEITO N’A IDEOLOGIA ALEMÃ

Autor(es): DANNYEL BRUNNO HERCULANO REZENDE

O presente artigo busca discutir os sentidos conferidos ao conceito de ideologia, por Marx e Engels, na Ideologia Alemã. Obra capital, escrita nos anos de 1845 – 1846, onde os autores tinham como principal objetivo tecer uma crítica ao pensamento idealista alemão. Pensamento este representado por Hegel e pela geração de jovens estudantes e professores de perfil hegeliano passados a história como neo-hegelianos ou hegelianos de esquerda. A crítica deferida por Marx e Engels é feroz, e não poderia deixar de sê-la, uma vez que o pensamento alemão acabara por inverter toda uma realidade. Para os críticos do idealismo, a ideologia apresenta-se multifacetada, muito embora, em texto limite de análise, o conceito focalizado revista-se de duas acepções centrais: como “inversão” ou “distorção da consciência” e termos parecidos; ou como “pensamentos dominantes” que expressa, por sua vez, a relação de interesses das classes sociais no interior do capitalismo. O artigo, assim, endereça-se em dar conta dessas interpretações e de outros “diálogos”, encontrando, por outro lado, sustentação metodológica numa coerente pesquisa bibliográfica que procura dar suporte às interpretações ocasionadas acerca dos autores investigados e do tema levantado, a ideologia.

Veja o artigo completo: PDF