Resumo Trabalho

IMPLANTAÇÃO DO FLUXOGRAMA DE CONDUTAS À ACIDENTES COM PERFUROCORTANTES NA SALA DE VACINA EM UMA UNIDADE DE ATENÇÃO PRIMÁRIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autor(es): MARIA ADGEANE SOUZA BRANDÃO e orientado por JEANNY MARQUES MENESES

A exposição ocupacional dos profissionais aos microrganismos provocados por acidentes com perfurocortantes, é um grave problema enfrentado pelas as instituições de saúde. Os acidentes com agulhas e outros perfurocortantes usados nas atividades de assistência à saúde estão associados à transmissão ocupacional de mais de 20 diferentes patógenos, entres eles estão os vírus da hepatite B, Hepatite C e o vírus do HIV. A sala de vacina da Atenção Primária, por exemplo, é um dos setores que apresenta risco constante deste tipo de exposição, onde os profissionais de enfermagem por realizarem os procedimentos neste setor, como manuseio e preparo dos materiais, são os mais sujeitos à exposição de materias biológicos por materiais perfurocortantes. Justifica-se, portanto, a temática, visto que se percebe a necessidade de orientá-los o quanto é necessário que se tenha conhecimento das recomendações adotadas diante de acidentes com materiais perfurocortantes, empoderandos-os a agir de forma rápida e diminuir o risco de contaminação. O estudo objetivou-se relatar a experiência dos acadêmicos de enfermagem na elaboração e implantação do fluxograma com orientações de condutas aos profissionais de enfermagem sobre acidentes com perfuro cortante e risco biológico. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, sobre a elaboração e implantação de um fluxograma em uma Unidade de Atenção Primária, em Fortaleza, desenvolvido pelos acadêmicos de enfermagem do Centro Universitário Estácio do Ceará, durante o campo de estágio supervisionado I, no período de 13/03 a 10/04 de 2017, segundo os princípios da ética e bioética conforme a resolução 466/12, do Conselho Nacional de Saúde. O desenvolvimento e implantação do instrumento partiram da análise de uma problemática envolvendo um caso de acidente com perfurocortantes na sala de vacina, onde os profissionais presentes foram indagados quais as condutas a serem tomadas, porém os mesmos não corroboraram com as devidas recomendações adotadas nos protocolos. O material foi elaborado no formato pôster do tipo A3, explanado aos profissionais e então exposto em um local de fácil visibilidade na sala de vacina. Os profissionais presentes demonstraram interesse pelo conteúdo, onde apontaram a importância de conhecê-lo e utiliza-los como guia. O presente relato teve uma contribuição muito pertinente para a formação acadêmica e construção da conscientização dos profissionais de saúde que trabalham com manejo de perfurocortantes, visto que foram orientados sobre os cuidados tomados diante de tal exposição ocupacional. É preciso que estes tenham conhecimento dos riscos que podem sofrer, mas principalmente que saibam agir perante as situações ocupacionais que comprometa sua integridade física e orgânica.

Veja o artigo completo: PDF