Resumo Trabalho

A ATUAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA NO ATENDIMENTO DE CRIANÇAS COM AUTISMO: ESTUDO DE CASO COM CRIANÇA AUTISTA EM UMA ESCOLA PARTICULAR

Autor(es): ANTONIO NOJOSA DOS SANTOS FILHO e orientado por ANDREIA SERRA AZUL DA FÔNSECA

O presente trabalho ressalta a grande importância do psicopedagogo nas instituições escolares, para trabalharem juntamente com o professor no ambiente escolar. Busca-se analisar atuação psicopedagógica no atendimento de crianças com autismo. Além disso, objetiva-se proporcionar situações de agir-refletir-agir compatíveis com os fins educacionais. Essa pesquisa foi desenvolvida através de uma pesquisa de campo e bibliográfica na qual existem algumas definições sobre o tema proposto, tentando enfatizar os problemas relacionado com o Autismo. E foi baseado nas leituras de Bereohff (1991), Schwarstzman, J. S.(1995), Ana Maria Tarcitano (2008). A metodologia, desenvolvida através de pesquisa de campo com entrevista e bibliográfica, onde houve conceitos e definições sobre o autismo, enfatizou os métodos de ensino aplicado em sala de aula com crianças autistas, e compreendeu-se como funciona a relação do professor com uma dificuldade de aprendizagem que afeta muitas crianças e saber se estiver preparado para resolvê-lo. Acredita-se que para a superação dos problemas de ensinagem em autistas, é necessário um planejamento que inclua atividades diversificadas e individuais proposta pelo psicopedagogo e estudo constante, dedicação e muita competência, pois será necessário investigar as teorias de aprendizagem e colocá-las em prática, conhecendo também a história familiar do educando que é o ponto essencial de nosso projeto. Há de se destacar que se pode contribuir de forma significativa para a superação das dificuldades de aprendizagem apresentadas por crianças que possuem autismo. Para isso a pesquisa propõe operacionalizar uma prática pedagógica que reflita coletivamente sobre o planejamento das atividades educativas, sobre as estratégias e recursos de ensino-aprendizagem e de avaliação visando garantir que crianças autistas aprendam.

Veja o artigo completo: PDF