Resumo Trabalho

ADEQUABILIDADE DA ATENÇÃO PRÉ-NATAL DE GESTANTES ADOLESCENTES OFERTADA EM CASA DE PARTO NATURAL

Autor(es): GIOVANNA EVELYN LUNA SILVEIRA, DENISE MONTENEGRO DA SILVA, FRANCISCO MAIRTON RODRIGUES DE ANDRADE, CAMILA ALMEIDA NEVES DE OLIVEIRA e orientado por PRISCILA DE SOUZA AQUINO

A FASE DA ADOLESCÊNCIA POSSUI MUITAS ESPECIFICIDADES, POR ISSO É IMPORTANTE ATENTAR-SE AOS ASPECTOS BIOPSICOSSOCIAIS QUE ENVOLVEM A GRAVIDEZ NESSE PERÍODO. É RELEVANTE ESTUDAR A ADEQUAÇÃO DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL DAS ADOLESCENTES COM OS PADRÕES MÍNIMOS REQUERIDOS PELA REDE CEGONHA DEVIDO A FINALIDADE DE ESTIMULAR OS SERVIÇOS DE SAÚDE A DAREM UMA MAIOR VISIBILIDADE AO PÚBLICO ADOLESCENTE E SUAS NECESSIDADES, PROMOVENDO DE MODO CONTÍNUO A QUALIDADE DO ATENDIMENTO A ESSA POPULAÇÃO. COM ISSO, O PRESENTE ESTUDO TEM O OBJETIVO DE VERIFICAR A ADEQUAÇÃO DOS INDICADORES DO PROCESSO DA ATENÇÃO PRÉ-NATAL DE ADOLESCENTES. ESTUDO DESCRITIVO, QUANTITATIVO, UTILIZANDO COMO UNIDADES DE ANÁLISE OS PRONTUÁRIOS DAS GESTANTES ATENDIDAS EM CASA DE PARTO NATURAL (CPN). A COLETA FOI DESENVOLVIDA NA CASA DE PARTO NATURAL LÍGIA BARROS COSTA, PERTENCENTE À COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO FAMILIAR (CDEFAM). A AMOSTRA FOI DE 275 PRONTUÁRIOS. A AVALIAÇÃO DO SERVIÇO SE DEU POR INTERMÉDIO DE NÍVEIS, O NÍVEL I QUE SE REFERE AO INÍCIO PN E A QUANTIDADE DE CONSULTAS FOI ADEQUADO EM 16,7% (N=46) CASOS; O NÍVEL II QUE UNE O NÍVEL I E OS PROCEDIMENTOS CLÍNICO-OBSTÉTRICOS, FOI ALCANÇADA A ADEQUAÇÃO EM 13,8% (N=38) DOS CASOS. O NÍVEL III REFERENTE AOS EXAMES LABORATORIAIS, EM ADIÇÃO AOS NÍVEIS I E II, FOI ADEQUADO EM 5,8% (N=16) DOS CASOS. ASSIM O RESULTADO DA ASSISTÊNCIA PARA AS ADOLESCENTES FOI CLASSIFICADO COMO PREDOMINANTEMENTE INTERMEDIÁRIO, DEVENDO O SERVIÇO CONSIDERAR O LEVANTAMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSQUEM MAIOR ENGAJAMENTO E ADESÃO DAS GESTANTES AO PN.

Veja o artigo completo: PDF