Resumo Trabalho

UM PROCESSO DE SENSIBILIZAÇÃO/CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL PARA AS TRILHAS DA SERRA DO ESPINHO, PILÕES/PB.

Autor(es): MARIA DANNIELLY VIANA PESSOA e orientado por CARLOS ANTÔNIO BELARMINO ALVES E LUCIENE VIEIRA DE ARRUDA

A Serra do Espinho é o nome dado às elevações situadas na vertente oriental do Planalto da Borborema, na área ocupada pelo município de Pilões/PB, em direção ao município de Cuitegi/PB. Apesar de ser um ambiente ocupado por pequenas comunidades, de proporcionar a produção agrícola e pecuária, a manutenção de florestas e animais e ainda ter forte potencial turístico, essa área possui limitações sociais, econômicas e ambientais que merecem ser estudadas à luz do conhecimento científico. Nesse contexto, realizou-se um estudo em quatro comunidades da Serra do Espinho (Ouricuri, Titara, Poço Escuro e no Projeto de Assentamento (PA) Veneza), para promover a sensibilização ambiental da população que nelas residem, assim como os seus visitantes. O trabalho foi iniciado com o levantamento bibliográfico, o reconhecimento de campo, o levantamento e mapeamento das trilhas e as atividades voltadas para o despertar de uma sensibilização/conscientização ambiental nas quatro comunidades locais. As atividades constaram de contato e diálogo com os moradores e turistas, para apresentar o potencial geoambiental da área de estudo e mostrar a importância da conservação do ambiente natural que possuem, através das ações socioeducativas realizadas. Os resultados obtidos até o exato momento mostraram que os moradores estão aprendendo a valorizar o seu potencial natural e social, procurando desenvolver o turismo rural, com várias atividades que envolvem todas as famílias, como é o caso da Associação das Mulheres Rendeiras do PA Veneza, das casas de farinha, existentes nas quatro comunidades e que são utilizadas de forma coletiva, dos produtos artesanais elaborados por pequenos artesãos, da gastronomia local, das caminhadas pela mata e dos banhos nas cachoeiras.

Veja o artigo completo: PDF