Resumo Trabalho

O GATO DE ALICE E O TRAÇADO METODOLÓGICO

Autor(es): JACI MARQUES, PEDRO HENRIQUE ALEXANDRE DE ARAÚJO e orientado por LUIZ FÁBIO PAIVA

ESTE ARTIGO SE PROPÕE A DEBATER E DISCUTIR O TRAÇADO METODOLÓGICO DE MINHA DISSERTAÇÃO COMO UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DENTRO DE UMA PERSPECTIVA ANALÍTICA DAS POSSIBILIDADES DESTA INVESTIGAÇÃO. A CHAVE DESTE TRABALHO, ESTÁ NA PERGUNTA DE PARTIDA QUE O MOTIVA: O QUE OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO DA CIDADE DE FORTALEZA COMPREENDEM POR VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER? PARA RESPONDER A ESTE QUESTIONAMENTO FORAM TRAÇADA MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA QUE NEM SEMPRE SE ADÉQUAM ÀS EXPECTATIVAS DE TRABALHO DO PESQUISADOR, ASSIM, MOSTRAREI O TRAÇADO METODOLÓGICO DE MINHA PESQUISA DISSERTATIVA, QUE TRÁS COMO MARCO OS DISCURSOS PÚBLICOS E OCULTOS DOS E DAS ESTUDANTES SOB A TEMÁTICA. OPTOU-SE POR TRABALHAR, COM A TÉCNICA DE GRUPO FOCAL, CUJA CARACTERÍSTICA PRINCIPAL É SER UMA ENTREVISTA GRUPAL, ONDE FORAM REALIZADOS 15 GRUPOS, ONDE AO TODO FORAM 91 INTERLOCUTORES, ENTRE 14 E 18 ANOS. O OBJETIVO PRINCIPAL DESTE ARTIGO É, POR TANTO, DISCUTIR A METODOLOGIA DE PESQUISA TRABALHADA NA CONSTRUÇÃO DE DADOS SOBRE A FALA DOS E DAS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO PESQUISADOS, ACERCA DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, TRAZENDO AO CENTRO DO DEBATE A IMPORTÂNCIA DA FLEXIBILIZAÇÃO DE METÓDOS PRECONCEBIDOS, DANDO MAIO RELEVÂNCIAS ÀS NECESSIDADES QUE O CAMPO APRESENTA NA PRODUÇÃO DE UMA PESQUISA DIALÉTICA DE CARÁTER QUALITATIVO.

Veja o artigo completo: PDF