Resumo Trabalho

INVESTIGAÇÃO DAS VANTAGENS E DESVANTAGENS QUE RATIFICAM A UTILIZAÇÃO DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS EM CONCRETO

Autor(es): JOÃO VICTOR DA CUNHA OLIVEIRA

A aplicação de novas tecnologias que proporcionem racionalização do canteiro de obras torna-se uma prática frequente na esfera da construção civil. Transformar as estruturas convencionais moldadas in loco em peças pré-fabricadas acarreta em uma maior rapidez na execução da edificação, aliada à redução significativa de resíduos sólidos gerados dentro do canteiro. As estruturas pré-fabricadas podem ser descritas como os elementos convencionais que passam a ser produzidos fora do canteiro de obras, e que somente depois de prontas, são levadas até o local da construção para serem posicionadas conforme o projeto estrutural. Para tal, este trabalho objetiva avaliar as vantagens e desvantagens dentro do processo construtivo que utiliza peças pré-fabricadas de lajes, vigas e pilares, no qual tem-se com objeto de estudo o projeto intitulado Escolas do Amanhã, executado na Cidade do Rio de Janeiro em todas as unidades educacionais. Dentre as vantagens pode-se dar ênfase para um menor prazo de execução e menor custo de mão-de-obra e manutenção, atrelados ao papel sustentável na redução significativa dos resíduos de construção e demolição, respeitando as etapas de planejamento e otimização do trabalho, além do maior controle tecnológico mediante as normativas técnicas que respaldam a conformação de peças estruturais pré-fabricadas. As desvantagens identificadas rementem ao cuidado dedicado às etapas de fabricação, transporte e montagem dos elementos estruturais com ênfase na conexão entre cada peça. Nota-se que a aplicação de estruturas pré-fabricadas em concreto possibilita maior flexibilidade no desenvolver de uma obra, trazendo potencialidade para maior difusão desse método construtivo que acata propostas arquitetônicas variadas e controle tecnológico rigoroso, contemplando assim o dinamismo característico da construção civil.

Veja o artigo completo: PDF