Resumo Trabalho

VIABILIDADE DA ELETROFLOCULAÇÃO COMO ALTERNATIVA DE TRATAMENTO DA ÁGUA DE POÇO ARTESIANO UTILIZANDO MATERIAIS DE BAIXO CUSTO

Autor(es): AIRTON SILVA BRAZ e orientado por EDMILSON DANTAS DA SILVA FILHO

Além da contaminação em lençóis freáticos por atividades antrópicas como, por exemplo, o uso intensivo de fertilizantes agrícolas no solo, causando o excesso de nutrientes em alguns corpos hídricos, é comum a ocorrência natural de elevadas concentrações de sais e material particulado em águas superficiais e subterrâneas devido, principalmente, a influência da composição geológica do local. No que se refere ao abastecimento humano, caso essas águas sejam consumidas sem análise prévia, ou tratamento adequado, poderão ocasionar implicações na saúde. Assim, o presente trabalho objetiva realizar a aplicação do tratamento de água de um poço artesiano, reutilizando aparelhos alternativos de baixo custo, através do processo de eletrofloculação, que consiste em submeter a solução à passagem de uma corrente elétrica por um dispositivo chamado “eliminador de pilhas”, que é uma adaptação de um carregador de celular em desuso aderido a um par de eletrodos metálicos (pregos). A reação de oxirredução, evidenciada pela liberação de gases em um eletrodo, permite que haja a floculação das partículas sólidas, separando, assim, as impurezas da água. Após o final do processo, a solução é então filtrada. É realizada a análise físico-química da água antes e após o tratamento. Atentaram-se aos parâmetros pH, cloreto, condutividade elétrica, cinzas, sólidos dissolvidos totais, dureza total e cloro total. Todos os resultados forma obtidos em triplicata. Efetuou-se o cálculo comum de rendimento do sistema, baseado em porcentagem simples. Embora pesquisas tenham comprovado a eficiência da eletrofloculação aplicada a outros tipos de água, os resultados obtidos neste trabalho atestam que a viabilidade desse método foi inferior ao resultado esperado, pois a hipótese era tornar a água potável, ao passo em que isso não aconteceu, tendo em vista que não houve diferenciação significativa nos valores de eficiência (%) obtidos, com exceção do cloro total, provavelmente em virtude da baixa eficácia no uso do carregador no sistema, suscitando a necessidade de aprimoramento da técnica, ou combinação de outras tecnologias.

Veja o artigo completo: PDF