Resumo Trabalho

A INDISCIPLINA EM SALA DE AULA E O PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Autor(es): JEFERSON SILVA DA CRUZ e orientado por MARIA APARECIDA CALADO DE OLIVEIRA DANTAS

A indisciplina é um dos temas que levanta várias discussões entre os membros do corpo escolar. É notória a visão da grande parcela de professores que é habitualmente afetada diante do ocorrido. Levando em consideração a realidade sucedida, o presente trabalho pretende discutir o caso da indisciplina em sala de aula, que tanto o docente vem enfrentado obstáculos para o procedimento do ensino, quanto o discente no aprimoramento do conhecimento. Em meio a necessidade de um conhecimento mais especifico da causa que se encontra em questão, o artigo apresenta uma série de estratégias que podem ser utilizadas pelo educador com intuito de prevenir o comportamento indisciplinar transparecido em uma determinada turma. Para o desenvolvimento da pesquisa foi efetuado um estudo bibliográfico embasado no suporte teórico de vários intelectuais como: Antunes (2015), Garcia (1999), Tiba (1996), Tapia & Fita (2010), Freire (1996), entre outros. O estudo desenvolvido demonstra que as atitudes indisciplinares podem estar ligadas a diversos problemas, sejam eles, como o fator interno ou externo escolar, o relacionamento familiar, contexto social no qual o sujeito está inserido e dentre outras causas que podem acarretar na desmotivação do aluno. Cremos que se o professor assumir acima de tudo uma postura de motivador em classe, estabelecendo diálogos constantes com os sujeitos que se encontram inseridos em meio ao seu campo, procurando sempre de acordo com as possibilidades disponíveis investigar o que pode estar gerando certa conduta indisciplinar, com intuito de preveni-la, sem o uso de uma ação punitiva, as relações podem ser meramente aprimoradas.

Veja o artigo completo: PDF