Resumo Trabalho

FORMAÇÃO DE PROFESSORES E INCLUSÃO ESCOLAR: DESAFIOS E PERSPECTIVAS

Autor(es): LARISSA MARIA ARRAIS DE SOUSA, THIAGO ALVES MOREIRA NASCIMENTO e orientado por THIAGO ALVES MOREIRA NASCIMENTO

O PRESENTE ARTIGO OBJETIVA REALIZAR UMA BREVE DISCUSSÃO SOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM UMA PERSPECTIVA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA, PARTINDO DO PRESSUPOSTO DE QUE A FORMAÇÃO DO EDUCADOR É FUNDAMENTAL PARA QUE O PROCESSO DE INCLUSÃO SE EFETIVE NO AMBIENTE ESCOLAR. PROCURA, DESDE O INÍCIO, DEFINIR QUAL A FUNÇÃO DA EDUCAÇÃO, BEM COMO O QUE É EDUCAÇÃO INCLUSIVA E QUAL A FORMAÇÃO QUE OS PROFESSORES RECEBEM NESSE ÂMBITO ANTES MESMO DE CHEGAR À ESCOLA. TAL CAMINHO SE FAZ NECESSÁRIO PARA QUE SE POSSA SITUAR A EDUCAÇÃO INCLUSIVA E DETERMINAR SE A MESMA CUMPRE A SUA FUNÇÃO, COADUNANDO COM A FUNÇÃO ESPECÍFICA DA ESCOLA. DESSE MODO, ESTE ESTUDO TEM POR OBJETIVO COMPREENDER OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DOS PROFESSORES NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA, RECONHECENDO E VALORIZANDO A IMPORTÂNCIA DESSA QUALIFICAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA. COMO METODOLOGIA, UTILIZAMOS AS PESQUISAS BIBLIOGRÁFICA E DOCUMENTAL. NOSSO ESTUDO SE EMBASA EM AUTORES COMO: LIBÂNEO (2012), MITTLER (2003), SAVIANI (2009) E NOS PRINCIPAIS DOCUMENTOS LEGISLATIVOS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA. NESSE SENTIDO, APONTAMOS, PRELIMINARMENTE, QUE SOMENTE A PARTIR DE MUDANÇAS PROMOVIDAS NAS POLÍTICAS PÚBLICAS, NA SOCIEDADE E NA ESCOLA, É POSSÍVEL QUE A INCLUSÃO SEJA EFETIVADA, JÁ QUE A MESMA NÃO PODE EXISTIR ISOLADA DAS OUTRAS INSTÂNCIAS DA TOTALIDADE SOCIAL, BEM COMO CITAMOS TAMBÉM A NECESSIDADE DE UMA FORMAÇÃO DO PROFESSOR ADEQUADA A ESSE CONTEXTO.

Veja o artigo completo: PDF