Resumo Trabalho

PERFIL DE AÇUCARES LIVRES E ÁCIDOS ORGÂNICOS EM MÉIS DE ABELHAS DO GÊNERO MELIPONA

Autor(es): THAÍS DE SOUZA SANTOS e orientado por CAROLINA OLIVEIRA DE SOUZA

O MEL DAS ABELHAS DO GÊNERO MELIPONA SE DIFERENCIA POR SUAS CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DIVERSIFICADAS E SEU CONTEÚDO DE COMPOSTOS BIOATIVOS. NO BRASIL NÃO EXISTE LEGISLAÇÃO VIGENTE QUE ESTABELEÇA O PADRÃO DE IDENTIDADE E QUALIDADE DO MEL DAS ABELHAS SEM FERRÃO. SENDO ASSIM, O PRESENTE TRABALHO TEVE COMO OBJETIVO AVALIAR OS PARÂMETROS DE ACIDEZ, PH, ÁCIDOS ORGÂNICOS E CONTEÚDO DE AÇUCARES LIVRES, A FIM DE FORNECER DADOS PARA A CARACTERIZAÇÃO DESSE PRODUTO. UM TOTAL DE OITO AMOSTRAS DE MÉIS FORAM COLETADAS DE DIFERENTES LOCALIDADES DO ESTADO DA BAHIA: SALVADOR- BA (AMOSTRAS 1 E 2), CARDEAL DA SILVA- BA (AMOSTRAS 3), COSTA DO SAUIPE (AMOSTRA 4), CAMPO FORMOSO (AMOSTRAS 5 E 6) E CICERO DANTAS (AMOSTRA 8). QUANTO A ACIDEZ E PH, O VALORES MÉDIOS FORAM DE 4,08 E 48,55 MEQ.KG-1, RESPECTIVAMENTE. NO QUE SE REFERE ÀS ANÁLISES DE AÇÚCARES LIVRES E ÁCIDO ORGÂNICOS POR CROMATOGRAFIA LÍQUIDA, A FRUTOSE FOI QUANTITATIVAMENTE O AÇÚCAR MAJORITÁRIO (36,28-37,90G/100G), SEGUIDO POR GLICOSE (25,32-30,36G/100G) E SACAROSE (1,66-30,76G/100G). A QUANTIFICAÇÃO DOS ÁCIDOS ORGÂNICOS (ÁCIDO LÁTICO, ÁCIDO ACÉTICO, ÁCIDO PROPANOICO E ÁCIDO BUTÍRICO), APRESENTOU UMA VARIAÇÃO DE 0,17 G/KG A 1,74 G/KG DE MEL, SENDO O ÁCIDO LÁTICO O MAJORITÁRIO. A PARTIR DOS RESULTADOS OBTIDOS, FOI POSSÍVEL OBSERVAR QUE AS DIFERENÇAS ENTRE OS PARÂMETROS AVALIADOS NOS MÉIS PODEM VARIAR DE ACORDO COM SUA ORIGEM E CONDIÇÕES EDAFOCLIMÁTICAS, SENDO CARACTERÍSTICAS INERENTES AOS MÉIS DESSE GÊNERO DE ABELHA.

Veja o artigo completo: PDF