Resumo Trabalho

FUNÇÃO COGNITIVA DE IDOSOS DA ACADEMIA DA MELHOR IDADE

Autor(es): TAYLANE MARIA SOUSA VIANA, JAQUELINE DE ARAUJO MOURA e orientado por ADRIANO FILIPE BARRETO GRANGEIRO

O aumento do número de idosos no século XXI vem crescendo de forma acentuada e consequentemente elevando-se ao aumento proporcional da perda da função cognitiva. Objetivou-se identificar alterações cognitivas de idosos inseridos na Academia da Melhor Idade. Trata-se de estudo transversal, de caráter descritivo, realizado com idosos de gêneros distintos, através de entrevistas, utilizando a Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa e aplicando três testes cognitivos. O Mini Exame de Estado Mental, estava abaixo do ponto de corte; o teste de Fluência Verbal e Teste do relógio mostraram-se alterados. Quando correlacionados os idosos apresentaram pelo menos um teste alterado e alteração nos três testes realizados. A Pedagogia poderá contribuir na estimulação da memória evitando a exclusão deste sujeito na sociedade, inserindo o Pedagogo em espaços não formais proporcionando uma velhice ativa e participativa por um período mais longo, tendo como foco a Gerontologia Educacional, na perspectiva de provocar transformações sociais.

Veja o artigo completo: PDF