Resumo Trabalho

CORPOREIDADE E SAÚDE: OBESIDADE FEMININA

Autor(es): BRUNA VASCONCELOS OLIVEIRA LÔ, TAYNA NEGREIROS PONATH e orientado por FABIO JOSÉ CARDIAS GOMES

Introdução. O estudo compreende a corporeidade da mulher na obesidade com aspecto na saúde. A proposta surgiu do pressuposto de contemplar o corpo além dos seus aspectos biológicos, econômicos e sociais, procurando considerar a mulher na sua existência, a qual não é possuidora de um corpo, mas é “um corpo”, sujeito, único, cultural, social e político. Desenvolvimento. Aborda a corporeidade da mulher obesa, em que essa se define fora dos padrões estéticos sociais, que muitas vezes são descriminadas pela sociedade por não conseguirem uma possível redução de peso e consequentemente a diminuição de doenças cardiovasculares e psicológicas, como: autoestima e depressão. Metodologia. Utilizamos pesquisa exploratória descritiva de cunho literário. Conclusão. O ambiente onde o homem habita, tem um papel decisivo na problemática da obesidade, na qual o corpo transforma e é transformado pelo ambiente a partir de sua existência.

Veja o artigo completo: PDF