Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO E TRABALHO INFANTIL: REFLEXÕES A PARTIR DA ANÁLISE DE MARX E ENGELS

Autor(es): DANIEL MACEDO NASCIMENTO e orientado por ANTONIO SOUSA ALVES

O presente artigo tem como objetivo analisar, a partir da contribuição de Marx e Engels, a relação entre educação e trabalho infantil. Para tanto, faz uma revisão da literatura marxiana apontando elementos acerca da educação e do trabalho. Utilizamos uma metodologia de análise qualitativa. Esse artigo é resultado de pesquisas desenvolvidas durante a disciplina Sociologia da Educação no Curso de Geografia da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA. Concluímos que, a criança sempre foi vista como uma força de trabalho, sendo mais barata e com menos gastos e isso reforça o objetivo abominável do capitalismo que é de exploração e expropriação da força de trabalho da classe operária. Marx e Engels dividem a atuação da criança no trabalho em três fases: (a) crianças dos nove aos doze anos; (b) a segunda, dos treze aos quinze; e (c) a terceira, dos dezesseis aos dezessete anos.

Veja o artigo completo: PDF