Resumo Trabalho

OS FATORES MOTIVADORES DA EVASÃO ESCOLAR NA EDUCAÇÃO DEJOVENS E ADULTOS NA ESCOLA MUNICIPAL CAMINHOS DO APRENDER NO MUNICÍPIO DE GRAJAÚ-MA

Autor(es): FRANCISCA DE FÁTIMA DA SILVA LEITE e orientado por NEUSANI O. IVES FELIX

RESUMO O presente artigo aborda a motivação como um fator fundamental no processo de ensino e aprendizagem dos estudantes da Educação de Jovens e Adultos, objetivou-se conhecer a interação professor-aluno, o perfil do aluno e as suas expectativas e motivações diante da escola, bem como, a metodologia utilizada em sala de aula, ao passo que busca investigar quais os possíveis fatores que possam estar relacionados ao alto índice de evasão escolar na Educação de Jovens e Adultos na cidade de Grajaú-MA. A pesquisa foi realizada na Escola Municipal Caminhos do Aprender (E. M. C. A), localizada na sede do município de Grajaú-MA, é uma pesquisa de abordagem quantitativa e qualitativa, sendo a coleta de dados dirigida especificamente aos professores, alunos, diretora e coordenadores da EJA da escola pesquisada. Os instrumentos de coleta de dados foram: entrevista, conversa informal, observação, questionário e consulta de documento (Projeto Político Pedagógico - PPP). Os resultados permitiram delinear o perfil do alunado e do profissional da EJA atuantes neste município, as metodologias de ensino do professor da EJA, bem como, responder os questionamentos relativos às expectativas e força motivacional do educando e os diversos motivadores da evasão escolar específicos desta mesma clientela pesquisada. Conclui-se portanto, que o alunado desta escola encontra-se bem disposto para o estudo, porém, alguns fatores internos da escola estão desestimulando o progresso da aprendizagem, os quais são: as metodologias utilizadas, o uso do tempo pelo professor em sala de aula, a falta de material pedagógico diversificado e a falta de contextualização dos conteúdos. A escola colocou-se à margem das responsabilidades, atribuindo a evasão escolar somente à fatores externos, desvinculados da sua ação, enquanto instituição educacional.

Veja o artigo completo: PDF