Resumo Trabalho

UMA REFLEXÃO SOBRE A VIVÊNCIA EM UMA SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAL DURANTE A DISCIPLINA FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA

Autor(es): DAYANE KERLY BORGES TEIXEIRA, PRISCILA DE SOUSA BARBOSA e orientado por PRISCILA DE SOUSA BARBOSA

Refletir sobre a formação dos professores nos cursos de licenciaturas torna-se necessário uma vez que será a partir dos seus conhecimentos obtidos na academia que os graduandos poderão exercer boas práticas posteriormente. O presente trabalho expõe um relato de experiência vivenciado durante a disciplina Fundamentos da Educação Especial e Inclusiva, na Universidade Estadual do Maranhão ( Campus Paulo VI) , no segundo semestre de 2015, onde durante todo o semestre foi possível discutir sobre a educação inclusiva, visitar Salas de Recursos Multifuncionais, esclarecer todas as dúvidas acerca do Atendimento Educacional Especializado, sobre qual o seu público alvo e qual o profissional que está habilitado para atender nesses espaços. Diante disso, como objetivo geral , procurou-se : refletir sobre a importância de um momento de vivência em ações que apoiam e atendem pessoas com deficiência para a formação do professor durante a Disciplina Fundamentos da Educação Especial e Inclusiva . Levantou-se como problemática: qual a importância da disciplina Fundamentos da Educação Especial e Inclusiva para a formação do professor. A pesquisa teve caráter exploratório e descritivo com abordagem qualitativa, para coleta optou-se pela observação não participante. Contou-se como principais referências o DSM-5 (2014) e Brasil (2008; 2013). Como resultados, foi possível compreender a diferença entre o atendimento realizado nas salas de aula regular em comparação ao atendimento oferecido na educação especial, descobriu-se ainda que na Rede Municipal de São Luís algumas escolas não possuem Salas de Recursos Multifuncionais e que o atendimento oferecido é transferido para a escola mais próxima da residência o aluno , situação que gera uma forte evasão ou desistência por parte da família por conta da distância e apontou-se ainda que independente da falta de materiais existem possibilidades para desenvolver as habilidades acadêmicas dos alunos.

Veja o artigo completo: PDF