Resumo Trabalho

UMA ANÁLISE DO NÍVEL DE CONHECIMENTO EM INFORMÁTICA BÁSICA DOS ACADÊMICOS DA 7ª TURMA DO CURSO DE GESTÃO TERRITORIAL INDÍGENA DO INSTITUTO INSIKIRAN DA UFRR .

Autor(es): MARIA BETANIA GOMES GRISI, MARCOS VIEIRA ARAÚJO

Este estudo tem como ponto focal, as dificuldades que os alunos apresentaram para utilização dos recursos disponíveis no computador. Mais especificamente na utilização do sistema operacional UBUNTUN, bem como suas ferramentas de pacote de escritório (libre Office), utilizado na disciplina Informática Básica II; pois mesmo a turma já tendo cursado a disciplina Informatica I com carga horária de 36h ao chegar à Informatica II, apresentaram muitas dificuldades para utilização do computador e consequentemente realizar as atividades propostas. A intenção em se estudar essa temática se deu a partir da observação dos alunos em sala, quando ao ministrar disciplinas junto ao curso e alguns professores solicitarem trabalhos feitos em formato digital, detectou-se as dificuldades que estes apresentavam na utilização de recursos simples como ligar o computador, digitar textos e formatar as atividades. Nesse contexto, este trabalho teve como objetivo identificar o nível de conhecimento em Informática Básica dos acadêmicos do Curso de Graduação em Gestão Territorial Indígena do Instituto Insikiran - Formação Superior Indígena – UFRR. Esta investigação justificou-se pela necessidade de se identificar as reais dificuldades apresentadas pelos alunos na utilização do computador e dos recursos que o sistema UBUNTUN dispõe a partir dessa identificação a proposição de ações que possibilitassem o desenvolvimento de novas aprendizagens. Ainda que a apropriação de novos conhecimentos em Informática Básica pudesse servir de modelo para aplicação em outros cursos ofertados pelo Instituto Insikiran / UFRR. O marco metodológico esteve centrado inicialmente na observação dos alunos em sala de aula enquanto tentavam realizar as atividades propostas pelo professor da disciplina Informática II e na aplicação de questionário impresso junto aos alunos, focados na identificação das principais dificuldades apresentadas por eles. O estudo esteve pautado numa abordagem qualitativa, por esta considerar que há uma relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito, isto é, um vínculo indissociável entre o mundo objetivo e a subjetividade do sujeito que não pode ser traduzido em números (EDNA LÚCIA ESTERA MUSZKAT, 2005). Assim, o olhar o ponto focal da pesquisa foi direcionado a concepção do aluno quanto às dificuldades para utilização do sistema operacional do computador. Considera-se que o número de pessoas que precisam fazer uso do computador, cresce a cada dia e assim cabe às instituições formadoras proporcionar acesso com qualidade a essa formação. Observou-se a necessidade de uma formação paralela à execução das disciplinas do Curso Gestão Territorial Indígena do Instituto Insikiran, de capacitação aos alunos para uma eficiente utilização dos recursos (sistema operacional) do computador.

Veja o artigo completo: PDF