Resumo Trabalho

A MÍDIA TELEVISUAL E SUA RELAÇÃO COM O FETICHISMO NA INFÂNCIA

Autor(es): THAYANE CARVALHO DE FARIA, KALEL MAX MOTA

O consumismo infantil está cada vez mais difundido nesta geração. Percebe-se que um dos motivos para a existência deste fato se deve ao fetichismo, que é a atribuição de um valor simbólico à mercadoria. A televisão é um eletroeletrônico presente em grande parte das casas brasileiras, suas mensagens audiovisuais proporcionam um aprendizado sociointerativo para o telespectador, por este motivo, a TV tem sido utilizada como difusora do fetichismo perante o público infantil que, através do contato diário e por longas horas, internaliza os discursos comerciais. A publicidade vê na difusão do fetichismo na infância uma oportunidade não só de vender a mercadoria divulgada, mas de formar a mentalidade de futuros adultos consumidores. Através de um levantamento bibliográfico, esta pesquisa vislumbra colaborar com as famílias no esclarecimento da necessidade de hábitos de consumo mais saudáveis, trazendo críticas aos prejuízos de uma sociedade que fere o crescimento livre e democrático das crianças.

Veja o artigo completo: PDF