Resumo Trabalho

AS IMPLICAÇÕES DO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS (PAR) NA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE: A EXPERIÊNCIA DA SEMED/CAMETÁ NO PERÍODO DE 2007 A 2014 .

Autor(es): KELLE DO ROSÁRIO BRAGA SILVA e orientado por CO AUTORA PROFESSORA DOUTORA ODETE DA CRUZ MENDES

O texto é parte da dissertação de mestrado intitulada: "As implicações do plano de ações articuladas (PAR) na formação continuada docente: A experiência da SEMED/Cametá no período de 2007 a 2014"Programa de Pós- Graduação em Educação e Cultura – PPGEDUC/UFPA. O objetivo é analisar a concepção da política de formação docente continuada no contexto do Plano de Ações Articuladas, tendo em vista as áreas da educação infantil e ensino fundamental, a partir dos critérios de acesso destes aos cursos para identificar as competências do ente municipal na materialidade das ações e demandas que decorreram do diagnóstico da rede municipal e ensino Cametá/PA que consta no SIMEC/MEC (2008) quando Cametá aderiu as Metas e nos anos seguintes até 2014, compreendendo duas versões do PAR. Prevê-se pesquisa qualitativa como metodologia com dados empíricos, porém como a pesquisa está na fase inicial o texto baseia-se na revisão da literatura com o estudo de alguns documentos sobre o tema e, dentre os autores que o fundamentam podemos citar: Alves (1996); Ramalho (2003); Shiroma (2000); Gatti (2011). Os resultados apontam que o PAR no primeiro relatório foram identificadas a diagnose, subação , as estratégias e a implementação no seu segundo relatório descreve alguns avanços na formação continuada, inclusive no PDE interativo na formação. Têm como objetivo geral: Analisar a concepção da política de formação docente continuada no contexto do Plano de Ações Articuladas (PAR), tendo em vista os indicadores para docentes da educação infantil e ensino fundamental no âmbito da SEMEDCametá/PA e os critérios de acesso destes aos cursos para identificar as competências do ente municipal na materialidade das ações desenvolvidas. Como objetivos específicos: Analisar a concepção da política de formação docente por meio do estudo das Diretrizes e consequentemente no PAR como ferramenta de materialidade destas. Analisar os indicadores de formação continuada para os professores da educação Infantil e do ensino fundamental da rede de ensino municipal SEMED de Cametá nas duas versões do PAR. Verificar as implicações do regime de colaboração para a materialidade das ações na reorganização da formação continuada docente pela Secretaria Municipal de Educação a partir do PAR. Palavras-chave: Formação continuada. PAR. Política educacional

Veja o artigo completo: PDF