Resumo Trabalho

VIDAS SECAS: A LITERATURA COMO ESTIMULO INTERPRETATIVO NA CONSTRUÇÃO LEITORA DO ALUNO

Autor(es): ANALICE MARTINS PINHEIRO, IVONE ESTEVAM DA SILVA e orientado por MARIA CLIVONEIDE DE FREITAS FREIRE

Objetivamos fazer uma análise comparativa, visando a investigação do cordel produzido pelos alunos com base na interpretação do segundo capítulo do romance de Graciliano Ramos, Vidas Secas. Sendo esse, o resultado da aula realizada pelos alunos bolsistas do PIBID em uma escola estadual do município de Pau dos Ferros-RN. Focaremos no cordel produzido pelos alunos do 3º ano comparado ao capítulo dois do romance, analisaremos a interpretação apresentada no cordel. Essa discussão tem como base o ponto de vista de Cereja (2005) e Ramos (1969). Com as pesquisas realizadas percebemos que a literatura desenvolve e incentiva no aluno a leitura, a interpretação, o raciocínio critico, bem como pode aguçar a criatividade em interpretar, assim, ficou explicito o entendimento dos alunos quanto ao segundo capítulo do romance de Graciliano Ramos, representado através do cordel, concluindo que a interpretação foi satisfatória, visto que, cada estrofe nos remete a obra original.

Veja o artigo completo: PDF