Resumo Trabalho

EDUCADORES AMBIENTAIS CRÍTICOS DO IFPE: UMA EXPERIÊNCIA COM A COMUNIDADE QUILOMBOLA ENGENHO SIQUEIRA – RIO FORMOSO – PE

Autor(es): MARCOS MORAES VALENÇA, RODOLFO JORGE BEZERRA

Este artigo objetiva identificar e analisar o processo de formação crítica o qual vêm passando os educandos dos cursos de Tecnologia em Gestão Ambiental e de Licenciatura em Geografia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), através de um trabalho com a comunidade quilombola Engenho Siqueira, localizado no município de Rio Formoso, Pernambuco. Trata-se de uma abordagem qualitativa, utilizando-se de observação direta e análise documental. Os educandos ministraram aulas às crianças da escola localizada no quilombo, realizaram palestras com os jovens, além de participarem de uma ação ambiental de limpeza de uma praia do município, junto com a comunidade local. Além de se aprofundarem nas questões socioambientais, os educandos estudaram sobre a questão fundiária, a resistência dos quilombos no processo de luta e sua relação com o meio ambiente com o intuito de compreenderem a complexidade do conhecimento a partir da realidade daqueles sujeitos excluídos socialmente.

Veja o artigo completo: PDF