Resumo Trabalho

UMA BREVE REFLEXÃO SOBRE A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA EM ESCOLAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA NO BAIRRO SÃO BERNARDO EM SÃO LUÍS-MA

Autor(es): KARINA SILVA MELONIO e orientado por PRISCILA DE SOUSA BARBOSA

Resumo: O presente projeto de pesquisa, objetivou conhecer como as escolas trabalham com a modalidade da educação especial na perspectiva inclusiva e analisar o processo de inclusão proporcionada a essas crianças no bairro do São Bernardo em São Luís/MA. A perspectiva de inclusão escolar é muito mais que a efetivação da matrícula ou a transmissão do conhecimento, a educação inclusiva representa a igualdade de direitos, respeito à cidadania como também o repúdio a qualquer tipo de discriminação. Por esse motivo é de suma importância o ingresso de pessoas com deficiência na rede de ensino, valorizando assim a sua participação na vida social. O interesse pela temática sobre educação especial na perspectiva inclusiva, se deu devido à necessidade de promover um bom atendimento a pessoas com deficiência e da diversidade socioeducacional encontradas dentro do contexto escolar que são vivenciadas diariamente pelos educadores. No decorrer da pesquisa, buscou-se verificar também se há de fato uma educação inclusiva nessas escolas públicas, que atendam às necessidades de todas as crianças, independente de sua condição social, econômica, étnica ou física. Para tanto, é importante destacar que para a metodologia do estudo em questão, se deu a partir do levantamento bibliográfico nas obras de Carneiro (2008) e Coelho (2011), como também a análises de dados empíricos coletados nas escolas de ensino regular no bairro referido por meio de entrevistas a educadores, onde foi identificado suas necessidades educacionais específicas, como a sua formação, a observação dos locais escolares, verificando a acessibilidade assim como a adequação do método de ensino as necessidades encontradas nos alunos com deficiência. Também se observou que nas escolas a questão da Sala de Recursos Multifuncionais, um aliado importante ao docente, onde é um espaço com materiais didáticos e pedagógicos, na qual é dedicado ao aluno com deficiência, onde precisa ser atendido pelo professor especializado em educação inclusiva, para acompanhar de maneira mais efetiva o seu desenvolvimento e aprendizagem. Percebeu-se que na escola de ensino básico, que não possui a Sala de Recursos, os alunos com deficiência são prejudicados, pois precisam de um atendimento especifico para seu desenvolvimento, pois a criança com deficiência, têm direito a educação e ao autocuidado. Nesse sentido, o estudo demonstra o cenário escolar a partir dos estudos do bairro de São Bernardo, identificando eventuais problemas para a efetivação da educação inclusiva no ensino básico, no intuito de que venha a favorecer as crianças com deficiência um atendimento e que as mesmas possam se desenvolver no âmbito educacional sem qualquer tipo de discriminação, através de uma educação que tenha um caráter social, favorecendo o exercício da cidadania dentro do sistema de escolarização levando em consideração os princípios da inclusão social educacional.

Veja o artigo completo: PDF