Resumo Trabalho

DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO

Autor(es): CAMILA JORGE PIRES , CLEIANE DIAS LIMA e orientado por IONARA NAYANA GOMES PASSOS

Em particular no ensino da Química, percebe-se que os alunos muitas vezes não conseguem aprender, não são capazes de associar o conteúdo estudado com seu cotidiano, tornando-se desinteressados pela disciplina. Isto indica que este ensino está sendo feito de forma descontextualizada e não interdisciplinar. O presente trabalho objetivou investigar quais são as dificuldades enfrentadas pelos alunos no processo de ensino-aprendizagem da Química em escolas da rede estadual na cidade de Grajaú - MA. A investigação se deu a partir de questionários aplicados em três escolas estaduais públicas, no total participaram 240 alunos das três séries do Ensino Médio. De acordo com os questionários aplicados pode-se perceber que no ensino de Química houve uma melhoria significativa, mas que precisa ser inovado cada vez mais visando uma educação de qualidade. Muitos alunos relataram que a falta de aulas práticas interferia na assimilação de diversos conteúdos da Química, desta forma faz-se necessário que o professor alie as aulas teóricas às aulas práticas de forma que o aluno consiga entender os assuntos trabalhados. Entretanto a maior dificuldade relatada pelos estudantes trata-se dos cálculos matemáticos que precisam ser utilizados nessa disciplina. Como os alunos já apresentam dificuldades na disciplina de Matemática acabam não conseguindo desenvolver-se bem durante o processo de ensino e aprendizagem da Química. Apesar de todas as dificuldades relatadas a grande maioria dos alunos afirmou gostar da disciplina de Química, esse fator é importante, pois facilita a prática do professor em sala de aula. De forma geral, cabe aos professores investir em novas metodologias e recursos didáticos alternativos, visando tornar o ensino de Química mais eficaz contribuindo para que os alunos assimilem melhor o conteúdo de forma participativa e significativa.

Veja o artigo completo: PDF