Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO PROVINCIAL NO ESTADO DO AMAZONAS: UM OLHAR SOBRE AS FONTES TEÓRICAS E DOCUMENTAIS DA EDUCAÇÃO FEMININA EM PARINTINS NO ANO DE 1857

Autor(es): MARCIANE DE SOUZA DA SILVA, MARY TANIA DOS SANTOS CARVALHO e orientado por MARY TANIA DOS SANTOS CARVALHO

O presente estudo buscou conhecer o processo em que se deu a inserção das mulheres na educação em Parintins-Am, tendo como locus a história da educação local, tempo/ espaço, investigados no Projeto –lei nº 75 de 14 de dezembro de 1857. Objetivamos conhecer o processo histórico local do tempo-espaço em que se deu a inserção das mulheres na educação em Parintins por meio de fontes teóricas e documentais; Caracterizar a partir das fontes documentais como o direito assegurado em lei era aplicado para que as mesmas pudessem estudar durante o período provincial fundamentando com a aprovação do Projeto -lei nº 75 de 14 de dezembro de 1857; Analisar a partir das fontes bibliográficas a situação da mulher na educação situando o contexto histórico parintinense, e amazônico. A metodologia utilizada foi a pesquisa documental, bibliográfica e fontes primárias além da ampla análise sobre bibliografias que abordam o tema, requerendo um estudo mais amplo dos fatos que levaram a tal inserção. Os resultados apontam que a mulher ao longo desse processo histórico foi sujeitada em função do autoritarismo masculino que há muito submetera a tal condição já que a sociedade na época concebia a mulher apenas para o casamento, ou para a vida religiosa, ou para o trabalho doméstico e escravo, práticas que precisavam de pouca ou nenhuma educação escolar.

Veja o artigo completo: PDF