Resumo Trabalho

A IMPLEMENTAÇÃO DAS COTAS RACIAIS NO ENSINO SUPERIOR

Autor(es): THAYNNA SANTOS SILVA e orientado por ME. VERISSIMA DILMA

O presente trabalho tem por objetivo discutir o histórico de conquista e consolidação das ações afirmativas para alunos negros no ensino superior, especificamente as cotas raciais. Criticar o sistema de cotas, achando que a distinção de raças no Brasil não existe é uma utopia, no século XX a ideia de raça tinha teor de corrente científica e impôs um estereótipo do negro como sina de atraso ao Brasil. Apesar da derrubada de tal concepção, a mesma deixou o seu legado que é ratificado por práticas de preconceito. Debater as ações afirmativas é contribuir para o reconhecimento de uma dívida histórica que provocou uma grande segregação. Assim, discorreu-se sobre a dinâmica de inserção do aluno negro e cotista, pautada na legislação, em sala de aula do ensino superior, considerando que, a efetividade das ações afirmativas é essencial para que se assegurem a entrada e permanência digna desses na universidade. Para tanto, recorreu-se a literatura bibliográfica, buscando elencar os avanços obtidos no tocante a inclusão da população negra no ensino superior. . O Brasil tem apresentado um crescimento significativo a respeito do ingresso dos afrodescendentes nas Universidades públicas, por meio das cotas raciais acredita-se que em um futuro próximo essas ações afirmativas favorecerão a promoção da diversidade, e o reconhecimento e valorização da população negra em território brasileiro. Pontua-se, portanto, que é primordial o fomento ao debate sobre as ações afirmativas em prol da população negra no espaço acadêmico para desmistificar os estereótipos de que o aluno cotista é inferior, incapaz e, não conseguirá um bom desempenho nos estudos acadêmicos.

Veja o artigo completo: PDF