Resumo Trabalho

HISTÓRIA DA MATEMÁTICA AUXILIANDO NA CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS: O CASO DOS NÚMEROS IRRACIONAIS

Autor(es): VANIA DE MOURA BARBOSA DUARTE, MARCOS ANTONIO HELENO DUARTE

A motivação que originou o desenvolvimento deste artigo deu-se a partir de encontros com professores de Matemática em momentos de formação continuada, nos quais tínhamos como proposta promover estudos e discussões sobre os referenciais para o ensino de Matemática e as possíveis conexões de conceitos estruturados nos eixos de Números e Operações; Álgebra e Funções; Geometria; Grandezas e Medidas; Estatística e Combinatória. No decorrer das discussões sugiram aspectos voltados às tendências atuais para o ensino de Matemática e como os referenciais explicitam a abordagem destas tendências. Diante deste fato, foram realizadas diversas análises e discussões, sendo que neste artigo apresentamos um recorte das principais considerações traçadas com relação ao eixo Números e Operações, mais especificamente, aspectos voltados à abordagem e uso da História da Matemática na construção do conceito de números irracionais embasados em como os referenciais norteiam metodologicamente este uso. Tendo como objetivo promover análises e discussões provenientes da abordagem apresentada em referenciais curriculares e livros didáticos sobre o uso da História da Matemática para a construção do conceito de números irracionais. Para responder ao nosso objetivo, inicialmente apresentaremos nas nossas discussões como esta abordagem é apresentada por propostas curriculares existentes no estado de Pernambuco: na Base Curricular Comum de Pernambuco (BCC-PE) e nos Parâmetros Curriculares de Matemática para o Ensino Fundamental e Médio (PCPE); nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e por alguns autores de livros didáticos de Matemática que abordam o conceito de números irracionais resgatando aqui sobre à importância da presença da História da Matemática nos livros didáticos. Posteriormente apresentamos as conclusões das nossas discussões elencando os principais resultados bem como apontando a necessidade de aprofundamento em pesquisas futuras.

Veja o artigo completo: PDF