Resumo Trabalho

A UTILIZAÇÃO DO JOGO NA TRILHA DO CÁLCULO COMO INSTRUMENTO DIDÁTICO PARA A COMPREENSÃO DA MATEMÁTICA NO ENSINO SUPERIOR

Autor(es): GABRYELLA FREIRE MONTEIRO, ANDRESSA DA CUNHA SOARES, EDNA FERREIRA LIRA e orientado por MARIA BETÂNIA SABINO FERNANDES

As disciplinas que envolvem cálculo, geralmente são consideradas as mais difíceis pelos discentes ao longo de sua formação. O ensino tradicional aliado à ausência de um incentivo pedagógico não facilita a construção do saber por parte do aluno. Dessa forma, se faz necessário a utilização de recursos lúdicos que atraiam a atenção do aluno e tornem o processo de aprendizagem, prazeroso e divertido. O objetivo do trabalho é avaliar a forma como os alunos reagem à inserção de uma atividade lúdica em sala de aula e como ela pode contribuir para facilitar a assimilação do conteúdo ministrado. A confecção e aplicação do jogo foram realizadas por alunas que concluíram com êxito as disciplinas de Cálculo, participantes do PROTUT (Programa de Tutoria) e que auxiliam alunos que desejam e/ou precisam de assistência extra em determinada disciplina, particularmente, nas que envolvem cálculo matemático. O jogo didático utilizado foi nomeado de “Na trilha do cálculo” e a pesquisa foi realizada com uma turma de 14 alunos estudantes da disciplina de Cálculo II, do curso de Química (licenciatura/bacharelado) do Campus II da Universidade Federal da Paraíba. O jogo conta com um tabuleiro, um dado, três peões, quarenta cartas-perguntas e algumas punições caso o aluno não consiga solucionar o problema proposto. Com finalidade de constatar a opinião dos discentes acerca do jogo, ao fim da intervenção, um questionário foi aplicado. Os resultados demonstraram que a intervenção foi considerada positiva pelos alunos. A sala de aula tornou-se um espaço lúdico auxiliando na construção da aprendizagem, provando que o jogo pode ser utilizado como recurso de ensino e não apenas como passatempo, proporcionando a troca de conhecimentos entre o professor-alunos e aluno-aluno.

Veja o artigo completo: PDF