Resumo Trabalho

MODELAGEM MATEMÁTICA: UMA INVESTIGAÇÃO POR MEIO DA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA

Autor(es): EDMARA DOS SANTOS ALVES, ERMERSON CELSO DA COSTA OLIVEIRA, JOÁS MARIANO DA SILVA JÚNIOR e orientado por MÁRCIA POLIANA DA SILVA

A Matemática é tida por muitos como uma disciplina difícil, seu método de ensino tradicional ainda assusta um pouco; contudo, ele é necessário para a formação do aluno. Logo, cabe ao professor encontrar meios de deixar suas aulas mais atrativas. Daí surgiu a necessidade de utilizar metodologias alternativas de ensino para tornar as aulas mais interessantes. Por isso, o subprojeto específico de Matemática, por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID da UPE Campus Petrolina, tem como objetivo preparar o discente para abordar metodologias alternativas nas suas aulas, sendo uma delas a Modelagem Matemática, que é uma forma de trazer o cotidiano do aluno para dentro da sala de aula, tornando-o assim mais participativo. O objetivo deste estudo é estimular o uso consciente de energia elétrica por meio da Modelagem Matemática. O estudo foi desenvolvido numa perspectiva de pesquisa qualitativa e quantitativa em uma escola pública de Petrolina – PE, em duas turmas do 3° ano do ensino Médio, contemplando 61 alunos, sendo esses instigados a vivenciar a compreensão do conteúdo de função Afim de forma mais atrativa e participativa. Inicialmente, percebeu-se que a maioria dos alunos não sabiam identificar a relação entre o conceito de função afim e a conta de energia, além de desconhecerem a importância de se estudar tal conceito. Nesse sentido, julgou-se necessária uma breve revisão, em que se abordaram as informações necessárias para os alunos realizarem a análise e modelagem do consumo de uma residência, bem como práticas do cotidiano que possibilitam a economia de energia elétrica. Pôde-se concluir que o presente trabalho contribuiu significativamente para a aprendizagem dos estudantes, despertando o interesse pelo conteúdo, assim como a consciência do uso racional de energia elétrica. Por fim, espera-se que outros docentes utilizem essa tendência, com o intuito de tornar o ensino da Matemática mais dinâmico e significativo.

Veja o artigo completo: PDF